Laís Laíny

Conselho de Saúde aprova Hospital de Retaguarda Microrregional

03/12/2019 08h30

Com votação praticamente unânime, o Conselho Municipal de Saúde aprovou o modelo de Hospital de Retaguarda Microrregional, o mesmo avalizado semana passada pelo Consamu.

Foram 14 votos favoráveis e uma abstenção.

Com isso, está mais curto o caminho para que o antigo Hospital Santa Catarina - que provisoriamente está atendendo como UPA (Unidade de Pronto Atendimento) - abra as portas com novo modelo.

A ideia é dividir o atendimento entre Cascavel, Santa Tereza do Oeste, Lindoeste e também Catanduvas, que pediu para entrar no sistema.

"Oficialmente aprovada pelo Cresems (Conselho Regional de Secretários Municipais), pela assembleia dos prefeitos do Consamu e pelo Conselho Municipal de Saúde. Agora é dar andamento nas questões burocráticas e legais para formalização de tudo que foi proposto e ter em 2020 definitivamente funcionando o tão esperado Hospital de Retaguarda", afirma o secretário de Saúde de Cascavel, Thiago Stefanello.

ESTRUTURA

O Hospital Microrregional em Cascavel terá 60 leitos no total, implantados de forma gradativa.

Em março do ano que vem, serão 10 leitos de UTI e 28 de enfermaria. Em junho serão 10 leitos de saúde mental.

Em setembro, 10 enfermaria e centro cirúrgico ou 10 de UTI.

O custo seráe R$ 1,2 milhão, bancado pelo governo do Estado.

Também já foram liberados R$ 4 milhões para compra de equipamentos.

Leia outros artigos de Laís Laíny