Cascavel

Desanimados com o valor pago, casal desiste da produção de leite, em Cascavel

30 anos de trabalho, moradores da Linha São Martins encerraram atividade

12/09/2019 22h15 | Atualizado em 13/09/2019 09h10
Após 30 anos de trabalho com a produção leiteira, um casal morador da linha São Martins, no interior de Cascavel, decidiu encerrar a atividade por conta do baixo preço pago ao litro do leite.

Em menos de um ano houve uma redução de mais 50% no valor das negociações e a situação hoje se tornou inviável para os produtores.

"Estavam nos pagando R$ 0,82 pelo litro de leite e seguíamos praticamente sem nenhum lucro. Para outros produtores da região o valor chegava a R$ 1,20", comenta Iraci Longo Nardi.

Ela e o esposo Jadir venderam 18 cabeças de gado leiteiro e os equipamentos para a atividade agora estão parados.

"Plantávamos um pouco de milho para ajudar na silagem, mas a ração está ficando cada vez mais cara e isso também dificulta o trabalho", acrescenta Iraci.

Ela lamenta ter que deixar a produção de leite e espera que o governo busque alternativas para ajudar as famílias que vivem no campo.

"O governo deveria criar uma tabela de preços para o litro de leite para que todos fossem atendidos da mesma maneira", afirma a produtora.

O casal agora deve aproveitar o espaço da propriedade para investir em plantações.


Recentemente produtores organizaram um protesto contra os preços pagos.

Produtores de leite protestam contra o baixo preço da venda, em Lindoeste

Redação Catve.com



** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 9 9982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642.