Justiça ouve testemunhas e empresário acusado de matar funcionário em Marechal

Defesa contesta acusações e tenta provar legítima defesa.

28 de outubro de 2021 | 09h39 | Atualizado há 38 dias

PUBLICIDADE
Acontece nesta quinta-feira (28) a audiência de instrução de Valter Leal dos Santos acusado de matar o funcionário Liomar Mendes, em Marechal Cândido do Rondon, no oeste do Paraná no dia 1° de julho deste ano.

A audiência inicia às 13h30 no tribunal do Júri em Marechal. Nesta quinta estão previstos para serem ouvidas nove testemunhas de acusação e 15 de defesa. O acusado também prestará depoimento.

Câmeras de monitoramento instaladas na casa do empresário registram a discussão e o momento que ele atira no homem.

Valter foi indiciado por homicídio e fraude processual e está preso.

O advogado, Luciano Katarinhuk, reitera a tese de legítima defesa.

"A tese apresentada, desde o primeiro momento, é legítima defesa. Todos os fatos aconteceram dentro da sua casa. Valter foi ameaçado e agredido. As imagens foram divulgadas de forma unilateral e agora vamos demostrar ao juiz, juntamente com as oitivas, as ameaças que a vítima vinha fazendo para Valter em datas anteriores. Valter tinha arma em casa sim, e devidamente documentada".

O réu vai acompanhar a sessão e prestar depoimento por videoconferência de dentro da Penitenciária Estadual de Cascavel (PEC). Assim como a oitiva de algumas testemunhas, também serão por vídeo.

Essa fase preliminar ao julgamento e momento que a justiça dá prazo de alegações finais antes da decisão.


ATUALIZAÇÃO

Na audiência realizada nesta quinta-feira (28), doze testemunhas foram ouvidas, do total de vinte e duas.

Nova audiência foi marcada para o dia 22 de novembro, às 13h30, a fim de ouvir as 10 testemunhas restantes e a interrogação do réu.


** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM

<