Explosão destrói ônibus e deixa 14 mortos em Damasco, na Síria

Autoridades consideram caso um ato terrorista

20 de outubro de 2021 | 12h16 | Atualizado há 38 dias

Foto: Reprodução/SANA
PUBLICIDADE
Ao menos 14 pessoas morreram e três ficaram feridas em uma explosão que destruiu um ônibus do exército da Sírio no centro de Damasco, informa a TV estatal do país nesta quarta-feira (20). Autoridades consideram o caso um ataque terrorista.

Segundo a SANA, agência oficial local, o ataque foi realizado com dois artefatos explosivos e é o mais sangrento em anos na capital síria. Havia um terceiro dispositivo, mas foi desativado por uma unidade de engenharia do exército.

O ataque nesta manhã foi seguido por um bombardeio do exército na província de Idlib, controlada pelos rebeldes, que deixou 12 pessoas mortas, segundo equipes de resgate.
Quatro crianças e um professor a caminho da escola estavam entre os mortos confirmados, disse a agência infantil da Organização das Nações Unidas (ONU), UNICEF. Segundo as equipes de resgate, pelo menos 30 pessoas ficaram feridas.

"O número de crianças feridas e mortas continua a aumentar", disse o UNICEF em um comunicado.

Damasco não tinha sido tão atingida pela violência nos últimos anos, especialmente desde que os militares e milícias aliadas tomaram o último reduto rebelde perto da capital em 2018.
Cultura
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM

<