Tia de menina baleada diz que sobrinha já sabe da morte do pai e que está paraplégica

"Uma revolta muito grande da forma que aconteceu tudo isso", relata a tia

13 de setembro de 2021 | 19h14 | Atualizado há 80 dias

PUBLICIDADE
A tia da jovem Sara, 17 anos, conversou com o Portal CATVE nesta segunda-feira (13), quase uma semana depois do homicídio de Alex Nunes de Carvalho de 40 anos, e da tentativa de feminicídio que aconteceu no dia sete de setembro, na região do Parque dos Ipês em Cascavel.

Imagens de câmera de segurança registraram toda ação.

Segundo a irmã de Alex, a sobrinha já sabe da morte do pai e que está paraplégica. "Ela já está ciente de tudo, que o pai dela não volta mais e agora a preocupação dela é se recuperar", desabafou a tia.

Para a família, a versão do acusado à Polícia não é verídica.

"Eu particularmente conhecendo meu irmão, eu não acredito na versão dele (o acusado). Até porque a gente já sabia de algumas vezes que o menino ligou atrás dela, já sabíamos que o menino estava atrás dela. Mas meu irmão não ia tirar satisfação com ele. Meu irmão não é burro a ponto de fazer um negócio desses. Eu não acredito nenhum pouco no que ele diz", desabafou a irmã.

Sobre o crime, a família acredita que foi premeditado.

"Ele sabia que ele ia fazer, ele foi antes na casa. Então ele sabia que ia cometer alguma coisa, talvez não tudo isso, mas ele sabia que ia prejudicar ela (Sara)", explicou a tia.

A jovem segue internada na UTI em uma unidade hospitalar.
Redação Catve.com
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

NOTÍCIAS RELACIONADAS


VEJA TAMBÉM

<