Ex-funcionário é preso depois de não aceitar demissão e destruir loja em Medianeira

No momento da batida, clientes e funcionários estavam dentro do comércio, mas ninguém se feriu

03 de agosto de 2021 | 09h01 | Atualizado há 53 dias

Foto: Guia Medianeira
PUBLICIDADE
Um ex-funcionário não aceitou a demissão e foi preso nesta segunda-feira (02), depois de invadir com um carro a loja onde trabalhava em Medianeira.

De acordo com informações repassadas à reportagem, o ex-funcionário havia cumprido o período de experiência, mas foi demitido após algumas faltas sem justificativas e de acordo com o proprietário do estabelecimento comercial, Rafael Cassios, enquanto estava trabalhando, o ex-funcionário nunca demonstrou ser agressivo.

No momento da batida, clientes e funcionários estavam dentro do comércio, mas ninguém se feriu.

"Ele disse por telefone que não ia fazer o exame demissional, mas foi uma conversa tranquila. Temos tudo gravado. Ninguém achou que ele podia vir aqui e fazer algo. Ele chegou ameaçando todo mundo", relatou o comerciante.

Segundo o delegado Denis Zortea Merino, o homem foi preso suspeito de causar dano, resistência a ordem de prisão e por fugir do local após bater o carro na loja.

Um policial militar (PM) de folga chegou a efetuar um disparo de arma de fogo contra o pneu do veículo, no intuito de fazê-lo parar. Com o militar verbalizando com o indivíduo dentro do veículo, este por várias vezes ameaçou avançar com o veículo contra o policial, que, em determinado momento, disparou contra um dos pneus do veículo, tentando cessar a iminente agressão.
Na sequência, autor entrou em contato com a PM e relatou que o motivo da ação foi o modo com que saiu da empresa e que por diversas vezes teria sido destratado no interior do estabelecimento por seus superiores.

Diante de todo o exposto, os envolvidos foram encaminhados à delegacia para as medidas cabíveis.
Redação Catve com informações do Guia Medianeira
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM

<