PRF prende estelionatário paulista que aplicava golpe em idosos na RMC

Integrantes da quadrilha se passavam por funcionários de bancos para roubar cartões e dinheiro das vítimas

25 de setembro de 2020 | 21h57 | Atualizado há 34 dias

Foto: PRF
PUBLICIDADE
A PRF (Polícia Rodoviária Federal) prendeu na tarde de sexta-feira (25) um estelionatário que aplicava golpes em idosos na Região Metropolitana de Curitiba.

A prisão ocorreu na BR 116, em Campina Grande do Sul, após um acidente sem vítimas, quase na divisa com o estado de São Paulo.

Durante o atendimento da ocorrência, os agentes da PRF suspeitaram do motorista, de 35 anos de idade, que pretendia ir até a cidade São Paulo (SP). Ao revistá-lo, os policiais rodoviários federais encontraram uma carteira de habilitação com indícios de falsificação, além de diversos cartões bancários, a maioria deles da Caixa Econômica Federal.

Na mochila do preso, foram encontradas dez máquinas de débito e crédito, além de R$ 4 mil dinheiro em espécie. No total, foram recuperados 19 cartões bancários.

Alguns dos cartões estavam acompanhados de textos manuscritos que revelam o modo de operação da quadrilha.

Os bandidos telefonavam para idosos, identificando-se como funcionários de bancos. Eles repassavam então a esses idosos a falsa informação de que os cartões deles haviam sido clonados, e que compras indevidas estavam sendo efetuadas em nome deles.

"Na hora, meu pai, uma pessoa de idade, se apavorou com os valores das supostas compras que teriam sido feitas", relata a filha de uma das vítimas do golpe.

Na sequência, a quadrilha ia até a casa das vítimas buscar o cartão e uma carta manuscrita através da qual as vítimas eram induzidas a solicitar o cancelamento das supostas compras.

A PRF registrou a ocorrência na Delegacia da Polícia Civil em Campina Grande do Sul. O crime de estelionato prevê pena de um a cinco anos de prisão. Essa pena pode dobrar nos casos de vítimas idosas.
PRF
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM