Francisco Beltrão

Empresário morre vítima de bala perdida durante perseguição policial

Nilvo Bortolini, de 49 anos, chegou a ser socorrido, mas morreu a caminho do hospital

26/03/2020 02h13 | Atualizado em 26/03/2020 17h46
Foto: Deivid Fragatta
Um homem de 49 anos morreu ao ser atingido por uma bala perdida durante uma perseguição da Polícia Militar a um Toyota Corolla que se evadiu da barreira sanitária na PR 180, em Francisco Beltrão, no fim da tarde de quarta-feira (25). Na fuga, o veículo ainda colidiu na caminhonete em que estava a vítima fatal, o empresário Nilvo Bortolini.

De acordo com a Polícia Militar, uma equipe da Rocam (Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas) tentou abordar o Corolla no bloqueio sanitário montado na rodovia. O condutor, porém, ignorou a ordem de parada e empreendeu fuga em direção à PR 566.

Já no trevo de acesso a Itapejara do Oeste, o motorista "jogou" o automóvel contra uma viatura de militares da Força Verde, que também acompanhavam a ocorrência. Os policiais, então, efetuaram dois tiros contra o Corolla e um dos disparos, acidentalmente, atingiu Bortolini, que era condutor de uma Mitsubishi Pajero.

O empresário foi alvejado na cabeça e chegou a ser socorrido por equipes do Samu e do Corpo de Bombeiros, mas morreu a caminho do hospital. Na caminhonete ainda estava um menino de 4 anos, filho do empresário, que não ficou ferido.

O motorista e um passageiro do Corolla foram detidos e conduzidos a 19ª SDP (Subdivisão Policial), enquanto os outros quatro ocupantes do veículo foram encaminhados para atendimento médico. Após alta hospitalar, eles também dever ser conduzidos à delegacia. Ainda conforme a PM, dois dos ocupantes utilizavam tornozeleira eletrônica.

O local da ocorrência foi isolado pela Polícia Militar até a chegada da Polícia Civil e do Instituto de Criminalística. Um inquérito policial deve ser instaurado para apurar todas as circunstâncias do fato.

Redação Catve.com/Com PP News



** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 9 9982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642.