Transexual dona de pensão é assassinada a tiros no centro de Curitiba

O delegado contou que o autor se hospedou na pensão antes de cometer o crime

11 de janeiro de 2020 | 14h03 | Atualizado há 292 dias

PUBLICIDADE
A transexual Jurandi Pires da Silva, de 55 anos, foi assassinada na madrugada deste sábado (11), no centro de Curitiba. A vítima era dona de uma pensão, justamente o local do crime, na Av. Visconde de Guarapuava. O delegado Tito Barichello, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), comentou que o autor se hospedou na pensão.

"A informação que tivemos é que uma pessoa bate a porta e pede para entrar e usar um dos quartos. Então sobe com a dona do imóvel e desfere diversos tiros. Tivemos testemunhas que descreveram o autor, que estava de capuz, mas tivemos apenas informações superficiais", descreveu o delegado.

O delegado disse que ainda não é possível esclarecer o motivo do assassinato. ?Nesse caso em específico, temos provas testemunhais. Vamos chegar, em um momento oportuno, na conclusão desse inquérito?, explicou.

O corpo de Jurandi foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).

O caso será investigado pela Polícia Civil do Paraná (PCPR).

Pensão
Na mesma pensão, no dia 27 de setembro do ano passado, um hóspede foi assassinado em crime que teria relação com uma dívida com traficantes de drogas.
Banda B
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM