Pérola do Oeste

Pérola do Oeste: agricultores se mobilizam e evitam que gado seja furtado

Após denúncias, animal foi recuperado em Santa Isabel do Oeste

03/12/2019 08h29 | Atualizado em 03/12/2019 08h34
Agricultores denunciaram no fim da noite de segunda-feira (2) à Polícia Militar de Pérola do Oeste, de que suspeitos em uma saveiro estariam transitando nas proximidades das propriedades, e que pararam em um potreiro.

Conforme relatos, os agricultores chamaram os ocupantes da saveiro e indagaram o que faziam no local, os quais não souberam informar, adentraram no veículo e fugiram.

Em seguida chegou o proprietário do sítio e percebeu que pessoas haviam quebrado milhos na lavoura e jogado para dentro do potreiro e que um bovino estava amarrado, pronto para o abate. Com a chegada da PM, houve-se a confirmação de que os suspeitos estavam no local para praticar furtos.

Desta forma foi comunicado as demais unidades policiais da região e iniciou-se um cerco policial com as equipes de Pérola do Oeste, Planalto, Capanema, Realeza e Santa Izabel do Oeste.

Os policiais realizaram um cerco na entrada da Comunidade Rio da Prata, interior de Santa Isabel do Oeste, quando a Saveiro foi visualizada sentido PR 281. O motorista obedeceu à ordem de parada e não esboçou reação, já o caroneiro tentou fugir, sendo perseguido e detido.

No compartimento de carga da Saveiro os policiais encontraram amarrado um bovino de pelagem escura, com aproximadamente 220 quilos, que aparentava estar bastante machucado.

Indagado os abordados sobre o animal, não souberam explicar a procedência, entraram em contradição e por fim afirmaram que o animal era do masculino que tentou fugir. Segundo eles, fugiram por problemas documentais no veículo.

Em buscas a fim de encontrar armas ou outros objetos, foram localizados dois celulares com o motorista, o qual um deles conseguiu quebrar contra uma pedra e o outro permanece intacto. Em suma, os detidos, juntamente com o animal, aparelhos celulares e veículo foram encaminhados ao pelotão de Realeza para confecção de documentação.

No pelotão, em vistoria minuciosa no veículo, descobriu-se que o mesmo tratava-se de produto de furto e estava com a placa clonada. Sobre o animal, não foi localizado o proprietário até o fechamento do Boletim de Ocorrência.

Após tudo o que foi exposto, os detidos, veículo, celulares e o animal foram entregues a Delegacia de Realeza.

Assessoria



** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 9 9982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642.