Mandaguari

PM de Mandaguari confirma óbito, suspeito ferido e prisões

Sequestro de gerente de agência bancária, esposa e filho foi registrado na noite de domingo (1)

02/12/2019 22h53 | Atualizado em 02/12/2019 22h53
Foto: Maicon Sales
A Polícia Militar de Mandaguari confirmou na noite desta segunda-feira (2) que duas pessoas foram presas e uma ficou ferida no confronto durante a tarde que resultou, ainda, na morte de um envolvido no sequestro do gerente de uma agência bancária, sua esposa e um filho na noite de domingo (1). Com isso, foram três prisões até o momento de envolvidos na tentativa de extorsão mediante sequestro.

Segundo a PM de Mandaguari, o confronto ocorreu no Jardim Morumbi. Uma denúncia anônima levou os policiais até a identificação de uma moto, localizado em frente à residência. Cinco pessoas estavam no local. Houve confronto e um dos suspeitos foi morto no local. o homem de 30 anos, era foragido do sistema penal. Na situação, um rapaz de 17 anos também foi baleado e encaminhado para um hospital de Maringá. Um homem de 24 anos e 1 mulher de 19 anos foram presos por favorecimento real e associação criminosa. Um envolvido conseguiu escapar. Duas armas - uma pistola e um revólver calibre 38 foram apreendidos.

Os detidos foram encaminhados para 17ª SDP(Subdivisão Policial) de Apucarana, onde também se encontra Gabriel Jorda Ferreira Cândido, de 19 anos, preso pela manhã em Cambira.

Os carros levados da família - uma caminhonete Chevrolet S10 e um VW Polo - também foram localizados pela PM. A caminhonete foi recuperada em Maringá e o Polo em Nova Londrina.

O CRIME
Os bandidos renderam à família na noite de domingo. O plano era manter os familiares do gerente como reféns para que o profissional fizesse a retirada do dinheiro. Contudo, um familiar viu o sequestro e acionou a polícia.

As vítimas foram liberadas sem ferimentos - o gerente na manhã de ontem após os bandidos abortarem a entrada na agência em Cambira e a mulher e o filho no final da manhã em Maringá, após o veículo onde eles estavam em poder dos sequestradores ser avistado por policiais. Ainda na manhã foi preso um jovem de 19 anos em Cambira.

O caso será apresentado em detalhes em coletiva na terça-feira (3) na 17ª SDP.



** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 9 9982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642.