Marechal C. Rondon

Vereador Nilson Hachmann é preso em operação do Gaeco em Marechal Cândido Rondon

Parlamentar, o filho e mais três são suspeitos de fraude em licitação

15/05/2019 10h16 | Atualizado em 15/05/2019 12h13
Fotos: AquiAgora.net
O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) prendeu na manhã desta quarta-feira (15) o vereador Nilson Hachmann, o filho dele e outras três pessoas em Marechal Cândido Rondon - Oeste do Paraná, por crimes de fraudes em licitações e desvio de recursos públicos.

Também foi cumprido um mandado de suspensão do exercício do cargo contra uma servidora do Município. Os mandados foram cumpridas em oito residências, nove empresas, um escritório contábil, no setor de licitações da Prefeitura e no gabinete do vereador na Câmara Municipal.

A investigação do Gaeco teve início em maio de 2018. O MP apontou que o vereador era dono de empresas, registradas em nome de terceiros, que participavam de licitações do Município, burlando assim a proibição de contratação com o setor público.

As empresas atuam em áreas diversas, como obras públicas (pavimentação rural), prestação de serviços e transporte escolar.

Ao todo foram cumpridos 20 mandados de busca e apreensão e cinco mandados de prisão preventiva - todos os alvos estão detidos.

Os presos serão ouvidos e ficarão à disposição da Justiça.

A Prefeitura e a Câmara Municipal informaram que não vão se pronunciar sobre o caso.

Nelson Hachmann enfrenta um processo disciplinar por quebra de decoro parlamentar e é investigado em uma CPI, ambas relacionadas às denúncias da utilização de empresas fantasmas para participar das licitações da Prefeitura.

Redação Catve.com



** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 9 9982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642.