Cascavel

Números de roubos em Cascavel diminuem 39,44% em relação a 2017

Em Foz do Iguaçu e Toledo também houve queda nos registros

11/01/2019 19h50 | Atualizado em 12/01/2019 10h44
Jhonatan tem 24 anos e viu a vida dele mudar completamente em novembro de 2016. Ele foi vítima de roubo quando estava sozinho em casa em Santa Tereza do Oeste. Além dos criminosos levarem o carro dele, ele ainda foi baleado. Com o agravamento da situação ele ficou tetraplégico.

O delegado chefe da Polícia Civil de Cascavel explica que geralmente os roubos são realizados de forma agressiva e a mão armada, por isso o recomendado é que as vítimas não reajam.

A Secretaria de Estado de Segurança divulgou um balanço que mostra os registros de crimes de roubos na região. Em 2018 Cascavel somou 109 casos e em 2017 180. Uma diminuição de 39,44%. Foz do Iguaçu no ano passado foram 184 roubos e em 2017 329. Uma variação porcentual de 44,07%. Toledo registrou 162 ocorrências em 2018 e 194 em 2017, uma diferença de 16,49%.

Essa diminuição pode ser explicada pelas operações que aconteceram em conjunto das polícias pela região. Um trabalho que fez as prisões aumentarem de modo geral.
Depois do episódio trágico, Jhonatan precisa totalmente dos cuidados da mãe. A rotina que costumava ser agitada com o trabalho e com a atividade física deu espaço para movimentos lentos.

A família busca agora um tratamento em Brasília para que Jhonatan possa pelo menos ter um pouco de autonomia nos afazeres simples. No entanto, tudo isso demanda de dinheiro. Por isso a Juliane está organizando um bingo para arrecadar o valor da despesa.

Jhonatan só espera que daqui para frente possa retomar a vida aos poucos e que a segurança pública seja cada vez mais efetiva para que novas vítimas não fiquem refém da própria sorte.

Jornal da Catve 2ª Edição



** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 9 9982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642.