Curitiba

Vucetich: suspeitos devem responder por peculato e associação criminosa

A ação tem como objetivo desarticular um esquema de falsificação de carteiras de identidade em todo o Estado

07/12/2018 11h44 | Atualizado em 07/12/2018 16h30
Três cidades do Paraná foram alvo: Maringá, Cerro Azul e Rancho Alegre do Oeste. Desde as primeiras horas da manhã de sexta-feira (7) a Polícia Civil do Paraná esteve nas ruas para cumprir sete mandados de busca e apreensão.

A ação tem como objetivo desarticular um esquema de falsificação de carteiras de identidade em todo o Estado.

Os crimes foram descobertos pelo Setor de Fraudes do Instituto de Identificação. De acordo com a investigação, dezenas de RGs (Registros Gerais) foram adulterados através da inserção de dados falsos no sistema.

Uma das ordens judiciais é contra um servidor da Prefeitura de Cerro Azul que foi cedido para atuar junto ao posto conveniado pelo Instituto de Identificação. Já outra, será cumprida em um escritório de contabilidade. A polícia suspeita que os documentos falsos eram feitos em troca de dinheiro.

Os investigados poderão responder por peculato eletrônico, falsificação de documentos, corrupção passiva e associação criminosa.

A Operação Vucetich deflagrada nesta sexta-feira (7), é um trabalho conjunto entre a Delegacia de Estelionato e Curitiba, o Instituto de Identificação e a Divisão de Combate à Corrupção de Cascavel.

Ainda não se tem nomes, uma coletiva de imprensa da Polícia Civil está marcada para esta tarde para repassar mais detalhes sobre os suspeitos.

Redação Catve.com



** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 9 9982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642.