Santa Catarina

Cascavelense é preso em Bombinhas por envolvimento nas fraudes do INSS

Desvios do INSS chegaram aos R$ 2 milhões; seis mandados são cumprido no Paraná

06/12/2018 09h51 | Atualizado em 06/12/2018 12h06
Um cascavelense foi preso em Bombinhas, litoral de Santa Catarina, na manhã de quinta-feira (6) acusado de envolvimento nas fraudes contra o INSS (Instituto Nacional do Serviço Social), na Operação Crotalus deflagrada pela Polícia Federal do Paraná.

A quadrilha envolvida com as fraudes era investigada desde 2017, os crimes praticados deixaram um rombo nos cofres da união de mais de R$ 2 milhões.

Marcelo Ferrarini de 48 anos já foi preso em 2015, também por suspeita de fraudar a União, acusado de receber pensões por mortes em várias cidades do Paraná. Na época, os prejuízos deixados somente pelo contador chegavam a meio milhão de reais. O homem que tem uma extensa ficha criminal com passagens por crimes de fraudes pelo menos desde 2008.

Em Cascavel - oeste do Paraná, um suspeito foi preso por fraudar nomes de pessoas inexistentes e utilizar estes documentos para comprar veículos , inclusive. O preso da Capital do Oeste estava com um carro registrado em um nome falso e já possui várias passagens pelo crime. Em 2012, o envolvido foi preso com três CPFs falsos os quais utilizava para praticar estelionatos em estabelecimentos da região.

O golpe aplicado funcionava da seguinte forma: eles criavam pessoas fictícias - normalmente um homem e uma mulher, e ambos contribuíam para o INSS. Depois de certo tempo, uma dessas pessoas morria e a outra recebia benefícios.


Redação Catve.com



** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 9 9982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642.