Curitiba

Gaeco e Gepatria cumprem mandados em Palmital e Laranjal

Os alvos foram residências, empresas e dois escritórios de advocacia

06/09/2018 12h43 | Atualizado em 06/09/2018 12h43
Foto reprodução
Os sete mandados foram cumpridos em Curitiba, Palmital e Laranjal, tendo como alvos residências, empresas e dois escritórios de advocacia. De acordo com as investigações, por meio de uma empresa criada em nome de um "laranja", o grupo criminoso fraudou licitações do Consórcio Intermunicipal de Saúde Centro-Oeste, que tem sede em Guarapuava, e desviou recursos públicos para seus sócios de fato, que mantinham vínculos pessoais e/ou profissionais com as administrações públicas municipais de Laranjal e Palmital.

A investigação constatou, ainda, indícios do crime de corrupção praticado pelo ex-procurador e pelo ex-prefeito de Laranjal na gestão 2014-2016. O presidente na época era o ex-prefeito de Laranjal, João Eliton Dutra.

Além dos mandados de busca e apreensão, o MP-PR também obteve o bloqueio judicial do valor R$ 5.675.304,53 pertencentes à empresa e aos investigados suspeitos de participar da organização criminosa.

Portal Cantu



** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 9 9982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642.