Ponta Grossa

Pai e mãe são presos por estupro de filha em Ponta Grossa

Casal é acusado de manter relações sexuais em frente à criança

27/08/2016 10h48 | Atualizado em 27/08/2016 10h48
Pai e mãe estão presos preventivamente na cadeia Hildebrando de Souza, em Ponta Grossa, acusados de estuprarem a própria filha, de 11 anos. A situação ocorreu na Vila Palmeirinha e está sendo investigada pelo Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria).

O casal é acusado de manter relações sexuais em frente à criança. Na prática do crime, o pai ainda abusava da criança enquanto fazia sexo com a mãe dela. A mãe também foi presa porque era conivente com o estupro. Eles foram detidos na sexta-feira (26).

Conforme a delegada Ana Paula Cunha Carvalho, a criança era abusada desde os 7 anos de idade. Em 2012, foi instaurado um processo no Fórum de Ponta Grossa. Porém, mesmo depois da ação, o homem manteve a prática do crime.
A nova série de abusos só foi descoberta recentemente porque a menina foi passar uns dias na casa da irmã mais velha, de 21 anos. "A menina não quis mais voltar para casa, e a irmã desconfiou, foi quando ela descobriu o motivo", conta a delegada.

A moça procurou o Nucria e relatou o crime. Ela, que é enteada do acusado, disse que também foi abusada por ele quando era menor. A polícia retirou os filhos do casal, que agora estão convivendo com a irmã mais velha.

Além do crime de estupro, o homem também vai responder por satisfação de lascívia, que é o crime previsto no Código Penal para quem sente prazer com a presença da criança na cena do sexo. A menina está recebendo acompanhamento psicológico.

Diário dos Campos