Cascavel pretende pavimentar cerca de 310 quilômetros de estradas rurais

Investimento de mais de R$ 26,6 milhões é considerado o maior da história do município nessa área

09 de março de 2020 | 09h45 | Atualizado há 124 dias

PUBLICIDADE
Cascavel investiu mais de R$ 26,6 milhões voltados para a melhoria das vias na área rural. O valor é considerado o maior da história do município nessa área. O montante conta com recursos municipais e da Itaipu Binacional.

O projeto inédito prevê a pavimentação de 310 quilômetros, sendo que mais de 200 quilômetros já estão prontos, transformando os cenários do campo. As equipes da Secretaria de Agricultura estão trabalhando intensamente, transformando o interior do Cascavel num canteiro de obras em meio às lavouras.

Conforme o secretário de Agricultura, Nei Haveroth, o trabalho está distribuído em diversas modalidades pelos sete distritos de Cascavel: adequação e cascalhamento, pavimentação asfáltica, calçamento e manutenção, além do TST, que é uma aplicação de uma camada asfáltica em cima de 43 quilômetros de calçamento antigo, que já estava muito deteriorado e era um empecilho para o tráfego na zona rural. "Essas diversas modalidades de pavimentação e de melhorias das estradas vão trazer um conforto e uma capacidade maior do produtor escoar a produção sem transtorno, sem quebra de caminhões e sem quebra de máquinas. Com o tempo, isso também vai diminuir o custo que o Município tem com a manutenção das estradas. É um investimento que se faz para que no futuro economizemos com a manutenção, porque o custo maior nosso é ter que fazer uma manutenção frequente e não ter durabilidade. É pensar a longo prazo, pensar com economia e trazer uma qualidade de estrada maior para o Município", explica o secretário sobre a qualidade das obras.

QUALIDADE DE VIDA

Há mais de 40 anos vivendo no distrito de São João, o produtor rural Ademir Pazzinatto está impressionado com as obras de melhoria das estradas. Para ele, o investimento reflete diretamente na qualidade de vida de quem mora no campo: é a garantia que os alunos vão chegar em suas escolas e que a safra será escoada. "Melhora muito, bastante. Porque aqui nós estávamos com a estrada precária. Agora pelo que estamos vendo será uma estrada não para pouco tempo, mas para muito tempo. É uma equipe boa, que está trabalhando bem e está ficando excelente", diz ele, que passa algumas horas observando o trabalho da equipe.

A estrada com condições de trafegabilidade também influencia em outra questão: controlar o êxodo rural, afirma o secretário de Agricultura, Nei Haveroth. "Uma estrada com qualidade é um incentivo aos filhos dos agricultores permanecem no campo. É um grande problema que temos hoje no interior é a sucessão, que é a falta continuidade, os pais e filhos continuarem no ramo; na agricultura. Com boas estradas, terá mais qualidade de vida para as pessoas irem e virem para cidade, mas voltarem e continuarem morando na área rural, ou pelo menos, trabalhando na área rural", pontua.
Assessoria
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

NOTÍCIAS RELACIONADAS


VEJA TAMBÉM