VÍDEO; trabalhadores são surpreendidos por nuvem funil na área rural de Cascavel

Segundo o Simepar, a nuvem funil é o estágio inicial de um tornado

09 de março de 2020 | 09h19 | Atualizado há 126 dias

PUBLICIDADE
A colheita da soja teve que ser interrompida na tarde de domingo (8), na Fazenda Santa Rita, na Colônia Melissa em Cascavel, para o registro de uma nuvem funil que passou pelo campo levantando poeira por todos os lados.

O fenômeno climático foi registrado em vídeo na propriedade rural que fica às margens da PR 180, entre os municípios de Cascavel e Cafelândia.

Todo o maquinário agrícola foi parado para o registro da passagem da nuvem funil pelas terras da família Sarolli. O fenômeno terminou depois de algum tempo sem provocar danos significativos na lavoura.

Segundo o Simepar (Sistema Meteorológico do Paraná), a nuvem funil recebe esse nome por conta da aparência. Ela é formada por uma coluna de ar que está girando.

Ainda conforme o Simepar, a nuvem funil é o estágio inicial de um tornado. No entanto, ela só vira um tornado se tocar no solo e provocar ventos fortes. De acordo com o Simepar, a nuvem funil tende a ocorrer quando a atmosfera se encontra muito instável e é mais comum em células de tempestade.

Além disso, a nuvem funil ocorre com frequência em alguns períodos do ano, conforme as estações.
Redação Catve.com
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM