Cascavel

Variações climáticas atrasam colheita do trigo na região de Cascavel

Até o momento, poucas áreas foram colhidas e com uma produtividade variada

31/08/2018 12h52 | Atualizado em 31/08/2018 14h19
Em uma semana, o trigo nas lavouras passou por uma confusão climática: choveu, esfriou, geou e ainda fez um calor fora de época. Esse é apenas um resumo do que a cultura passou nessa safra na região.

O rendimento da planta sensível nas áreas da família Weber ainda é incerto. São 90 alqueires aqui e em Ibema com trigo, a única escolha para a safra de inverno. Parte da preocupação está com os resultados do trigo e outra parte no plantio de verão.

Como o plantio atrasou, a colheita do trigo também vai ser mais tardia, mesmo que ainda dentro do período de zoneamento. Isso vai fazer com que a semeadura da soja aconteça depois do esperado.

Nos 28 municípios que fazem parte do Núcleo da Secretaria de Agricultura e Abastecimento na região, foram plantados 165 mil hectares de trigo. Até o momento, poucas áreas foram colhidas e com uma produtividade variada.

Em meio a tantas incertezas, pelo menos o preço deve permanecer em um preço considerado bom para quem vende. O valor da saca está R$ 47 no balcão, por conta de dois fatores principais.

Jornal da Catve



** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 9 9982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642.