Governo Federal libera auxílio emergencial de R$ 300 até o fim do ano

Desta vez, o benefício terá novas regras

18 de setembro de 2020 | 19h28 | Atualizado há 41 dias

PUBLICIDADE
Até o dia 31 de dezembro milhões de brasileiros terão direito de receber o Auxílio Emergencial de R$ 300. Para receber as novas parcelas é preciso obedecer às regras que foram publicadas pelo Governo Federal. Nem todo mundo que já recebeu o Auxílio vai conseguir fazer os novos saques. O decreto com as novas regras diz que o número de parcelas devidas ao trabalhador beneficiário dependerá da data de concessão do Auxílio Emergencial Residual, limitado a quatro parcelas.

Segundo o decreto não vai receber as novas parcelas quem:
I - Tenha vínculo de emprego formal ativo adquirido após o recebimento do auxílio emergencial;
II - Recebe benefício previdenciário ou assistencial ou benefício do seguro-desemprego ou de programa de transferência de renda federal, ressalvados os benefícios do Programa Bolsa Família;
III - Possui renda familiar mensal per capita (por pessoa) acima de meio salário mínimo e renda familiar mensal total acima de três salários mínimos;
IX - Esteja preso em regime fechado;
X - Tenha menos de 18 anos de idade, exceto no caso de mães adolescentes;

Anderson serve de exemplo. Ele não conseguiu sacar uma parcela se quer do Auxílio Emergencial e por uma questão de necessidade resolveu procurar a Caixa hoje para tentar outro benefício, o FGTS Emergencial.

Nesta sexta-feira (18) a Caixa paga mais uma parcela do Auxílio Emergencial. Antes mesmo do banco abrir, às 8h da manhã, já tinha fila em frente a agência central de Cascavel. Para o público do Bolsa Família, a parcela paga já é a primeira referente ao Auxílio Emergencial Residual, de R$ 300. Para os demais, seguem os pagamentos de R$ 600, e a ajuda será creditada em conta poupança social digital da Caixa. Como nem todo mundo terá acesso às novas parcelas é importante saber que, quem recebeu a última parcela do auxílio emergencial de R$ 600 em agosto vai receber quatro parcelas de R$ 300 de setembro a dezembro. Já quem recebeu a última de R$ 600 em setembro, vai receber três parcelas de R$ 300 nos meses de outubro novembro e dezembro, e assim sucessivamente.

Quem não é do bolsa família e se inscreveu vai ter que esperar a divulgação do calendário pela Caixa Econômica Federal.
EPC
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM