Paraná

Estado estuda estender ferrovia entre Oeste e Porto de Paranaguá

Intenção é diminuir gargalos existentes, garantindo mais eficiência na movimentação de cargas

28/03/2020 01h29 | Atualizado em 28/03/2020 01h29
Foto: Jaelson Lucas/AEN-PR
O Governo do Paraná está analisando as propostas dos consórcios interessados em elaborar estudos para implantação e readequação da malha ferroviária da Ferroeste, ligando o Oeste do Estado ao Porto de Paranaguá. Os estudos de viabilidade devem compreender trechos entre Maracaju (MS), Guaíra, Cascavel, Guarapuava e Paranaguá, além do ramal Cascavel/Foz do Iguaçu, totalizando de mais de 1,3 mil quilômetros.

A sessão de abertura das propostas de elaboração do estudo de viabilidade aconteceu na sede do DER-PR (Departamento de Estradas de Rodagem), em Curitiba, na última semana. Os consórcios que disputam a licitação foram selecionados após chamamento público.

Com orçamento inicialmente referenciado em cerca de R$ 20,8 milhões, os estudos têm o objetivo de compilar informações e definir parâmetros básicos de estruturação de um modelo técnico e operacional do transporte ferroviário no Estado. A intenção é diminuir os atuais gargalos existentes neste modal, garantindo mais eficiência na movimentação de cargas e maior competitividade no setor produtivo do Estado.

Os estudos de viabilidade avaliarão as possibilidades de implantação de dois trechos: o primeiro é a ferrovia Paranaguá/Maracaju (MS), com extensão aproximada de 1.191 quilômetros, enquanto o segundo trata-se do ramal ferroviário Cascavel/Foz do Iguaçu, com extensão aproximada de 179 quilômetros.

Entre outras coisas, o estudo deve buscar alternativas para possibilitar a interoperabilidade entre os trechos e a malha existente; justificar a viabilidade econômico-financeira dos trechos que compõem o corredor Oeste se considerando a demanda de cargas de exportação e importação existente; permitir o transporte de cargas até o Porto de Paranaguá de forma rápida, segura, eficiente e economicamente atrativa, além de buscar o melhor traçado para a implantação do projeto, considerando o aproveitamento do trecho já em operação entre Cascavel e Guarapuava.

EDITAL
A licitação acontece na modalidade de Seleção Baseada na Qualidade e Custo, em que empresas pré-selecionadas foram convidadas a apresentar propostas técnicas e de preço. Todos os documentos e informações sobre esta licitação podem ser acompanhados na página Compras Paraná. O consórcio será declarado vencedor de acordo com análise combinada de suas propostas técnicas e de preço.

No caso das propostas técnicas são avaliados três critérios: experiência prévia; adequação da metodologia e plano de trabalho ao proposto no edital e qualificação dos profissionais participantes na elaboração do projeto. Nas propostas de preço o critério é o menor valor oferecido. O prazo previsto para execução dos estudos é de 12 meses, a partir da data de emissão da ordem de serviços.

AEN-PR



** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 9 9982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642.