Cascavel

Blogueira deverá pagar salário mínimo por comentários sobre Covid-19

Juiz acatou denúncia do MP pela expansão do caso e pediu videoconferência

26/03/2020 12h21 | Atualizado em 28/03/2020 01h18
A Justiça de Cascavel acatou o parecer dos promotores de Cascavel que representou contra jovem digital influencer que gravou vídeos no seu Instagram fazendo comentários sobre a pandemia do novo coronavírus. O MP-PR (Ministério Público do Paraná) entendeu que ela causou pânico ao fazer vídeos dizendo que teria lambido trincos de portas quando era suspeita de estar infectada com Covid-19.

O MP diz acreditar se tratar apenas de uma brincadeira de mau gosto, no entanto devido ao contexto de pandemia, os comentários feitos aos 80 mil seguidores causou pavor. Promotores pedem que como pena seja pago o valor correspondente a um salário mínimo R$1.048,00 que será destinado a Secretaria Municipal de Saúde para compra de kits de testagem para o Covid -19, mediante a prestação de contas.

Além do valor, o ministério público quer que a blogueira publique vídeos educativos nas redes sociais sobre o novo coronavírus, cujos textos serão oportunamente fornecidos pela autoridade sanitária Municipal.

O parecer entregue pelo Ministério Público foi aceito pela Justiça e assinado pelo Juiz Osvaldo Alves da Silva na quarta-feira (25) e pede que seja, por conta da expansão do caso, marcada a audiência preliminar por meio de videoconferência sem que haja a necessidade de deslocamento de servidores.

A digital recebeu na terça-feira (24) a confirmação dos exames laboratoriais que apontaram H1N1, gripe com alto contágio viral. Ela informou nas redes sociais que vai manter o isolamento durante o tratamento da doença.

Redação Catve.com



** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 9 9982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642.