Astorga

Presidente e assessor da Câmara são presos pelo MP-PR, em Astorga

Eles foram presos no momento em que tentavam subornar um representante de uma ONG da cidade

13/08/2019 15h39 | Atualizado em 20/08/2019 04h45
O presidente da Câmara de Vereadores de Astorga, no Norte do Paraná, e um assessor de comunicação do Legislativo Municipal foram presos na tarde de terça-feira (13) pelo núcleo de Londrina do Gepatria (Grupo Especializado na Proteção do Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa), que pertence ao MP-PR (Ministério Público do Paraná).

De acordo com a denúncia do MP-PR, os agentes públicos foram presos no momento em que tentavam subornar o representante de uma ONG (Organização não-governamental) da cidade, para que ele não denunciasse irregularidades que havia descoberto na gestão legislativa. A intenção dos dois detidos seria era evitar que o caso chegasse ao conhecimento da Promotoria.

Ainda segundo o Ministério Público, contra os suspeitos, há diversos processos tramitando no Ministério Público, desde fraudes em licitações, desvio de finalidade, além de apreensão de máquinas e até mesmo de estátuas da dupla Chitãozinho e Xororó.

As denúncias dão conta também de máquinas da Prefeitura utilizadas em terrenos particulares. Além do presidente e do assessor, outro vereador segue sendo procurado pelo MP-PR.

Redação Catve.com



** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 9 9982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642.