Cascavel

MP pede condenação de pai de menino que teve braço amputado após ataque de tigre

Na época, Vrajamany Fernandes Rocha foi filmado dando comida e acariciando o tigre

10/01/2019 18h03 | Atualizado em 11/01/2019 11h11
Foram mais de três anos para a conclusão do inquérito. Segundo o Ministério Público, a dificuldade foi no trânsito do processo entre o Paraná e São Paulo, já que a vítima e o pai moram na capital paulista. Com as alegações finais do MP juntadas ao processo, a acusação foi concluída nessa semana.

O pai da vítima vai responder por lesão corporal gravíssima, com dolo eventual. Ou seja, quando não há a intenção de matar, mas é assumido o risco da situação. Para esse crime o homem poderá ficar detido de 2 a 8 anos.

O caso teve repercussão mundial em junho de 2014. Na época, Vrajamany Fernandes Rocha tinha 11 anos e foi atacado por um tigre no Zoológico Municipal de Cascavel. O menino ultrapassou a cerca de proteção e fez contato direto com o felino. Vídeos gravados por visitantes mostraram momentos antes e depois do ataque.

Para a promotora Andrea Simone Frias, as imagens analisadas em conjunto com os depoimentos das testemunhas, comprovam que o pai do menino poderia ter evitado o ocorrido, mas acabou incentivando a interação do filho com o animal.

Até o final de janeiro, a defesa deverá juntar ao processo as alegações finais. E então o caso será julgado na sequência. A publicação da sentença deverá ser feita em fevereiro e, dependendo do resultado, cabe recurso tanto da defesa, quanto da acusação.

VRAJAMANY

Vrajamany Fernandes Rocha tem hoje 15 anos e se tornou nadador, e sonha em participar de uma Paralimpíada.

RELEMBRE O CASO EM 2014



** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 9 9982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642.