Poltica

TRE cassa o mandato dos vereadores de Cascavel Dalmolin e Cabral por fraude

Justiça afirmou que partido autorizou candidatura de mulher para cumprir formalidades


PUBLICIDADE
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR) determinou a cassação dos mandatos de dois vereadores de Cascavel eleitos pelo PL nesta quarta-feira ( 1º) . Aldonir Cabral e Celso Dal Molin podem perder a cadeira na Câmara de vereadores porque o partido é acusado de fraudar a cota de gênero. A decisão dos desembargadores, 6 votos a 0, afeta também a candidata Érica punida com 8 anos de inelegibilidade condenada por fraude. O recurso é dos suplentes Josué Souza (MDB) e Carlos Xavier (Republicanos) que exigem a vaga dos dois vereadores. A Câmara de Cascavel disse que não foi oficialmente intimida da decisão. Sendo assim, os vereadores continuam exercendo o mandato até que a comunicação judicial seja feita, pois ainda cabe recurso . O despacho do Tribunal dirá se os parlamentares permanecem na função até a decisão final, após o trânsito em julgado TSE (Tribunal Superior Eleitoral). A defesa informou que vai recorrer. Confira a nota do PL "PL (Partido Liberal) de Cascavel recebe com profundos lamento e estranheza a decisão do Tribunal Regional Eleitoral, considerando que a decisão em primeiro grau, após ampla análise pelo juízo do caso, foi favorável ao partido. O PL reafirma que não foi cometida nenhuma ilegalidade e, inclusive, na decisão desta quarta- feira, o desembargador reconheceu em seu voto que o partido não teve culpa no caso em questão. Com a missão de fazer valer a manifestação da vontade popular, expressada nas últimas eleições, o PL ingressará com recurso no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) na certeza de que os vereadores ficarão no cargo até o desfecho processual que, certamente, será favorável à legitimidade dos mandatos dos vereadores Aldonir Cabral e Celso Dalmolin, que estão entre os mais votados no Município."

** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

Mais lidas de Poltica
Últimas notícias de Poltica