Neta de Mussolini se torna vereadora mais votada de Roma nas eleições municipais

Algumas pautas defendidas pelo partido da neta de Mussolini são a não entrada de imigrantes no país

07 de outubro de 2021 | 08h14 | Atualizado há 51 dias

Foto: Reprodução/Facebook Rachele Mussolini
PUBLICIDADE
Rachele Mussolini, do partido de extrema-direita italiano FDI (Fratelli d'Italia) e neta do ditador fascista Benito Mussolini, recebeu mais de 8.200 votos se tornou a candidata mais votada nas eleições para a Câmara Municipal de Roma. Este será o segundo mandato dela como vereadora.

O partido de Rachele conseguiu mais de 17% dos votos no processo eleitoral que aconteceu nos últimos dias 3 e 4 de outubro.

Algumas pautas defendidas pelo partido da neta de Mussolini, o Fratelli d'Italia (Irmãos da Itália) são a não entrada de imigrantes no país e a contrariedade ao "passaporte sanitário".

Benito Mussolini foi o líder totalitário da Itália fascista durante a Segunda Guerra Mundial. O ditador governou o país entre os anos de 1922, quando realizou a "Marcha sobre Roma", movimento que levou às ruas cerca de 30 mil fascistas que exigiam a nomeação deste como primeiro-ministro, e 1943.

Após a derrota italiana na Segunda Guerra, Mussolini foi capturado e executado por partisans antifascistas.
TV Cultura
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM

<