Pela primeira vez, Câmara dos Deputados realiza sessão virtual

De Cascavel, deputado federal Evandro Roman participou no escritório político

25 de março de 2020 | 23h39 | Atualizado há 135 dias

PUBLICIDADE
Em tempos de prevenção ao coronavírus a tecnologia também se tornou aliada da Câmara dos Deputados que realizou a primeira sessão virtual na noite de quarta-feira (25). Do celular o deputado federal Evandro Roman participou no escritório político em Cascavel e considera o momento como um marco histórico para o Congresso Nacional.

"Se fosse pela forma de uma resolução, demoraríamos dois, três anos, ou mais e não chegaríamos a um acordo. Surgiu pela necessidade, pela demanda, e estamos fazendo pela primeira vez no congresso. Todos estão online e acompanhando", comenta o deputado.

As votações ocorrem de maneira online por meio do sistema que permite a interatividade e argumentação dos parlamentares. No plenário, além do presidente da Câmara, é preciso que estejam presentes relator e autor de projetos levados à votação. Roman considera a sessão virtual como uma alternativa para votação da maior parte dos projetos e que essa experiência pode trazer economia ao congresso.

"Isso vai mudar a forma de agir na Câmara. Nós vamos ter votações mais quentes presentes, mas muitas que são mais tranquilas, onde muitas vezes até há acordo políticos entre os próprios partidos, podem ser votadas à distância. Assim diminuímos despesas, tempo, o parlamentar tem a possibilidade de estar muito mais próximo ao seu eleitor e não perde em nada".

Nesta primeira sessão, o plenário aprovou o Projeto de Lei 696/20, que libera o uso de telemedicina, em caráter emergencial, enquanto durar a crise provocada pelo coronavírus. Dessa forma, tecnologias de comunicação, como videoconferências, podem ser utilizados à oferta de serviços na área da saúde.

"Pela necessidade nós criamos um mecanismo legal onde médicos e a população aceitam e talvez se fosse em um estado normal, pra discutir talvez não chegaríamos com tanta facilidade a um acordo para que fosse votado", destaca Roman.
Redação Catve.com
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM