Cascavel

Retirado projeto de instalação de ar condicionado no transporte coletivo

Maioria dos vereadores votou pela derrubada do adiamento e continuidade da discussão

03/06/2019 12h45 | Atualizado em 03/06/2019 12h45
Após longa discussão em plenário, foi retirado pelos autores o projeto que dispõe sobre a instalação de ar condicionado nos veículos do transporte coletivo urbano e rural de Cascavel. A proposição foi apresentada pelos vereadores Jaime Vasatta/PODEMOS e Olavo Santos/PHS e retirada por eles.

Segundo o texto da proposição, os ônibus deveriam ser equipados com aparelhos de ar condicionado com dispositivo regulador de temperatura. Além disso, cada coletivo exibiria selo de revisão do aparelho, incluindo periodicidade. O prazo para adequação seria de até três anos e o descumprimento estaria sujeito à multa, recolhimento do veículo e proibição de participar de licitação do transporte público.

Um pedido de adiamento chegou a ser votado, no entanto, a maioria dos vereadores votou pela derrubada do adiamento e continuidade da discussão. O principal argumento dos parlamentares que votam contra a proposta é de que a melhoria traria mais custo aos usuários, uma vez que a certamente as empresas não arcariam com a despesa. Para Jaime Vasatta "o ar condicionado traria mais conforto aos usuários e permitiria que mais pessoas utilizassem esta modalidade de transporte". Olavo Santos lembrou que quando ocorreu a retirada dos cobradores dos ônibus, a passagem não baixou, quando as empresas demoraram a trocar a frota, a passagem não baixou, portanto, não há razão para aumentar a passagem quando um benefício aos usuários é oferecido.

Retirado projeto com proibição de radares

Antes do início da sessão também foi retirado pelo autor, o vereador Misael Júnior, o Projeto de Lei nº 41 de 2019, que tratava da proibição de radares móveis em Cascavel.

assessoria



** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 9 9982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642.