Brasília

Começa a votação nominal da denúncia contra Temer

O voto "sim" concorda com o parecer Abi-Ackel (PSDB-MG), contrário a instauração de processo criminal

02/08/2017 18h30 | Atualizado em 02/08/2017 18h30
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, deu início há pouco ao processo de votação nominal dos deputados. Cada parlamentar será chamado ao microfone para proclamar seu voto, em 15 segundos, em relação ao parecer do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), que é contra a instauração de processo no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o presidente Michel Temer (SIP) 1/17.

O voto ?sim? concorda com o parecer Abi-Ackel (PSDB-MG), contrário a instauração de processo criminal. Já o voto ?não? é favorável a que Temer seja investigado pelo Supremo.

No total, 15 partidos (PMDB, PP, PR, PSD, DEM, PTB, PRB, PSC, Pros, SD, PEN, Pode, PTdoB, PSL, e PRP) orientaram o voto sim, enquanto nove partidos (PT, PSDB, PSB, PDT, PCdoB, PPS, PHS, Rede, Psol, e PMB) orientaram o não. Apenas o PV liberou a bancada para que cada deputado decida individualmente.

Os deputados serão chamados começando por um estado do Norte (Roraima), seguido por um estado do Sul (Rio Grande do Sul) ? e vice-versa (sul e norte), prosseguindo assim, sucessivamente, até o último estado (Alagoas).
Após a chamada de todos os parlamentares de um estado, serão chamados os ausentes. Se houver pelo menos 342 votantes, o resultado poderá ser proclamado. Caso esse número não seja atingido, outra sessão será convocada, para nova votação.

Acompanhe ao vivo a votação