Curitiba

Moto 1000 GP: Argentinos da GP 600 comemoram dobradinha no GP Curitiba

Juan Solorza chega à segunda vitória em duas corridas disputadas

26/10/2014 17h27 | Atualizado em 26/10/2014 17h28
Em sua segunda participação no Moto 1000 GP, Juan Solorza obteve neste domingo (26) a segunda vitória na categoria GP 600. O piloto argentino da Solorza Competition cumpriu à risca sua estratégia de corrida e ocupou o degrau mais alto do pódio do GP Curitiba. A prova no Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais (PR), teve pilotos argentinos na segunda colocação ? Sebastian Martínez foi o segundo colocado.

Três pilotos brasileiros completaram o pódio da antepenúltima corrida do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. O gaúcho Pedro Sampaio, da Fábio Loko, terminou em terceiro, à frente do paranaense Joelsu "Mitiko" da Silva, da Paulinho Superbikes, e do paulista Matheus Oliveira, da Procomps Racing Team. Faltando duas etapas para o término da temporada, quatro pilotos ainda têm chance de conquista do título da GP 600.

O GP Curitiba não teve participação do uruguaio Maximiliano Gerardo, líder da temporada. Envolvido com sua estreia na motovelocidade europeia, o piloto da MGBikes Yamaha Racing abriu mão de participar da etapa. Ele já tem presença confirmada nas duas últimas etapas da quarta temporada do Moto 1000 GP - a próxima delas vai levar a competição de volta a Santa Cruz do Sul (RS) nas provas marcadas para dia 23 de novembro.

Gerardo mantém a liderança da GP 600 com 102 pontos. Sampaio, vice-líder, reduziu sua desvantagem em relação ao uruguaio de 29 para 13 pontos. Silva segue em terceiro na tabela com 84 pontos, enquanto o paulista André Veríssimo, também da MGBikes Yamaha Racing, foi a 68 com seu sexto lugar no GP Curitiba. São os quatro pilotos que mantêm chances de conquista do título da GP 600, categoria implantada em 2012.


CLASSIFICAÇÃO
Após seis das oito etapas, a classificação do Moto 1000 GP na GP 600 é a seguinte: 1º) Gerardo, 102; 2º) Sampaio, 89; 3º) Silva, 84; 4º) Veríssimo, 68; 5º) Martínez, 53; 6º) Solorza, 52; 7º) Laurentys, 46; 8º) Pires, 44; 9º) Oliveira, 40; 10º) Santin, 35; 11º) Dias, 30; 12º) Bittencourt, 28; 13º) Costa e Télvio, 26; 15º) Figueiredo, 20; 16º) Amaral, 19; 17º) Kamba, 11; 18º) Fonseca, 10; 19º) Érnica, 7; 20º) M. Fortunato, Fox e Dalmass, 6; 23º) J. Fortunato, 3.