Curitiba

Lucas Teodoro é o 5º piloto a conquistar vitória na GP Light em 2014

Ele conseguiu a primeira vitória no Moto 1000 GP

26/10/2014 16h06 | Atualizado em 26/10/2014 16h06
A temporada de 2014 do Moto 1000 GP conheceu neste domingo (26) o quinto piloto a conquistar uma vitória na categoria GP Light. Lucas Teodoro, paulista que compete pela BMW Motorrad Alex Barros Racing, obteve o inédito primeiro lugar no GP Curitiba, sexta das oito etapas, disputada no Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais (PR). Ele largou da pole position e liderou a corrida da terceira à última das 16 voltas da prova.

O segundo colocado foi o também paulista Rodrigo de Benedictis, da Motonil Motors-PDV Brasil, que alcançou seu quinto pódio em seis corridas e assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. Jean Vieira, catarinense que estreou pela MF Racing Team, foi o terceiro. O pódio acolheu, ainda, o argentino Nicolas Tortone, quarto com a MGBikes Yamaha Racing, e o paulista Fábio Adas, da Paulinho Superbike, quinto.

A liderança da GP Light no Moto 1000 GP segue com Henrique Castro, brasiliense que compete pela City Service BSB Motor Racing e terminou o GP Curitiba em sétimo lugar. Sua vantagem sobre Benedictis é de 88 pontos. Ian Testa, companheiro de equipe de Benedictis, largou em último, terminou em nono e caiu de segundo para terceiro na pontuação do campeonato, agora a 16 pontos de Castro - a diferença entre os dois era de 14 pontos.

Castro é o único piloto com duas vitórias na temporada de 2014. Ganhou a segunda etapa, em São Paulo, e a quinta, em Goiânia. Adas foi o vencedor da primeira prova do ano, disputada em Santa Cruz do Sul - a pista gaúcha vai receber também a sétima e penúltima etapa, no dia 23 de novembro. A terceira prova teve Testa na primeira colocação. A quarta, em Cascavel, foi vencida por Tortone, hoje quarto no campeonato a 20 pontos do líder.

CLASSIFICAÇÃO
Após seis das oito etapas, a classificação do Moto 1000 GP na GP Light é a seguinte: 1º) Castro, 98 pontos; 2º) Benedictis, 88; 3º) Testa, 82; 4º) Tortone, 78; 5º) Adas e Teodoro, 65; 7º) J. Rodrigues, 53; 8º) Bertagnolli, 40; 9º) Cortes e Souza, 28; 11º) Neiva e Costa, 26; 13º) Modesto, 19; 14º) Skaf, Levy e Herrera, 17; 17º) Vieira, 16; 18º) Barata, Paludete, Cabreira e Barcelos, 10; 22º) Ramos, 8; 23º) Bezerra e Kamba, 6; 25º) Cabral, Luiz, A. Silva e Hazan 5; 29º) Moreno, 3; 30º) Campos e F. Silva, 2; 32º) Prates, 1 e S. Silva, 1.