Toledo

Motocross: chuva e muita adrenalina marcaram última etapa do Brasileiro

Hector Freitas conquistou a MX2 e, Carlos Campano a MX1

20/10/2014 09h10 | Atualizado em 20/10/2014 09h16
Depois de muito calor no sábado, o domingo foi chuvoso em Toledo. E a primeira bateria da MX2 foi debaixo de muita chuva.

Após 30 minutos e 2 voltas Hector Freitas cruzou em primeiro. Na segunda bateria muita disputa com as motos voadoras de 250cc. Dessa vez o vencedor foi Anderson Pereira do Amaral. Hector Freitas passou em terceiro, e na soma das duas baterias foi o grande vencedor da 8ª e última etapa do Campeonato Brasileiro.

Na MX1 motos com 450cc, dois pilotos chegaram na última etapa com chances de conquistar o Brasileiro. O espanhol Carlos Gimenez venceu a primeira bateria e aumentou a vantagem sobre o piloto curitibano Jean Carlo Ramos, mas na segunda bateria Ramos deu o troco. O espanhol caiu para oitava posição, e depois de 30 minutos e duas voltas de prova, Jean cruzou a linha de chegada em primeiro, mas não o suficiente para conquistar o título. Com a vitória ele chegou aos 307 pontos, mas Carlos Campano chegou em sexto e fechou a temporada com 310 pontos, e conquistou assim o Brasileiro da MX1.

Hora do Esporte