FC Cascavel já renovou contrato com sete jogadores do elenco vice-campeão paranaense

Entre as renovações confirmadas, estão os principais nomes do Aurinegro na temporada: Robinho e Itaperuna

15 de outubro de 2021 | 16h22 | Atualizado há 49 dias

Foto: Assessoria FC Cascavel
PUBLICIDADE
Sem muito tempo para ficar lamentando a derrota nos pênaltis para o Londrina na final do Campeonato Paranaense na última quarta-feira (13), a diretoria do Futebol Clube Cascavel precisa trabalhar rapidamente para planejar a temporada de 2022. Como o Estadual terminou com quase seis meses de atraso, por conta das restrições impostas pela pandemia e do calendário apertado para os times que chegaram às finais da competição (especialmente o Athletico), sobrou pouco intervalo entre o fim da competição e o início de uma nova pré-temporada.

Ainda digerindo o vice-campeonato, o time cascavelense se movimenta para organizar para não atrasar também a apresentação do elenco que vai disputar o Campeonato Paranaense, a Copa do Brasil e a Série D do Brasileiro no ano que vem. A expectativa é de retomar as atividades no mês de dezembro.

Com as competições em andamento o clube conseguiu se antecipar e renovar contratos de jogadores que defenderam as cores do FC Cascavel em 2021. Outros acabaram sendo desligados.

Entre as renovações confirmadas para 2022, estão os principais nomes do Aurinegro na temporada: Robinho e Léo Itaperuna. Robinho foi o artilheiro do time com 14 gols. Itaperuna foi o segundo jogador que mais marcou na temporada, balançando as redes 13 vezes.

Os laterais, Libano e Carlinhos, o atacante, Carlos Henrique, e os meias, Douglas e Gama, também já renovaram com a Serpente e vão permanecer por mais uma temporada. Após a decisão com o Londrina, o zagueiro Willian disse à Catve que estava em contato com a diretoria para estudar uma possível renovação. Ele também foi um dos destaques do FC Cascavel em 2021.

O goleiro Ricardo, que assumiu a posição de titular nesse ano, anunciou que deseja encerrar a carreira jogando em Cascavel. Com 35 anos, o goleiro se firmou na vaga após a saída de Raul e fez grandes defesas nas competições que disputou.

O técnico Tcheco viajou para o Rio Grande do Sul logo após a final com o Tubarão e deu uma declaração dizendo que seu futuro estava indefinido, mas que apesar das sondagens que recebeu ainda não se sente preparado para comandar um time de grande expressão no cenário nacional.
Redação Catve.com
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM

<