Curitiba

Futebol: Paraná perde CT na Justiça para ex-parceiro

Clube fez um acordo de uso por mais cinco anos do Ninho da Gralha

09/10/2019 14h56 | Atualizado em 10/10/2019 11h57
O Paraná perdeu mais um patrimônio importante por causa de dívidas. Desta vez foi o CT Ninho da Gralha - que tem 260 mil metros quadrados e fica localizado na cidade de Quatro Barras.

O local agora passa a pertencer ao empresário Carlos Werner. ex-parceiro do clube. O clube fez acordo na Justiça Estadual para ceder em definitivo ao empresário Carlos Werner.

O acordo já foi homologado pela Justiça do Trabalho e a equipe paranista tem o direito a usar o espaço por mais cinco anos sem precisar pagar aluguel.

Werner moveu cinco ações contra o time cobrando empréstimos realizados de 2014 e 2017. O dinheiro havia sido usado para o pagamento de dívidas e salários.

No despacho da Justiça do Trabalho consta que o acordo realizado foi para o pagamento de R$ 28 milhões ao empresário. A negociação aconteceu de acordo com o Ato Trabalhista, firmado entre o Tricolor e a Justiça para o repasse de 20% da sua receita obtida para o pagamento de dívidas, assinado em março do ano passado.

O presidente Leonardo Oliveira ganha o valor mensal de R$ 25 mil por ser o interventor judicial desse caso. Cerca de R$ 2,6 milhões referentes ao pagamento dos honorários dos advogados de Werner também serão incluídos no ato.

Nos últimos anos, outros patrimônios do clube foram perdidos para conseguir sanar os débitos com atletas e funcionários. Um dos principais problemas do clube era com o Thiago Neves que foi movido pelo empresário Léo Rabello que foi quitada três anos depois.

As áreas do Tarumã, na Avenida das Torres e a sub-sede do Boqueirão foram a leilão para o pagamento de dívidas do Paraná.



Redação Catve.com/ informações Tribuna do Paraná



** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 9 9982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642.