Chegada do inverno acende alerta para aumento de doenças respiratórias

Entre as maiores preocupações das autoridades de saúde está a baixa cobertura da vacinação contra a gripe

21 de junho de 2021 | 17h48 | Atualizado há 42 dias

(Foto: Pixabay)
PUBLICIDADE
A chegada do período de frio, principalmente no sul e sudeste do país, acende um alerta para o aumento das doenças respiratórias. Entre as maiores preocupações das autoridades de saúde está a baixa cobertura da vacinação contra a gripe.

Assim como o novo coronavírus, o vírus da gripe também sofre mutações, por isso, todo ano, acontece a campanha de vacinação contra a doença. Em 2021, cerca de três semanas para o fim da campanha, menos da metade dos grupos prioritários está imunizado.

Gestantes, puérperas (mulheres que acabaram de dar à luz ou que tiveram filhos há pouco tempo), pessoas com comorbidades, idosos, profissionais da saúde e da educação, estão com índice de cobertura entre 42 e 57%. A meta é 90%. Entre as crianças, 57% foram vacinadas até agora.

A vacina contra gripe está sendo aplicada gratuitamente nas escolas públicas para não causar aglomerações nos postos de saúde que estão focados na campanha contra Covid-19. A ideia é que grupos prioritários tomem as duas vacinas este ano.

A coordenadora da divisão de imunização do CVE (Centro de Vigilância Epidemiológica) de São Paulo Helena Sato alerta que as pessoas que já foram imunizadas contra o novo coronavírus devem esperar duas semanas para receberem a vacina contra a influenza.

A possibilidade de uma pessoa contrair o vírus da gripe e o da Covid-19 ao mesmo tempo preocupa os infectologistas. Segundo a médica infectologista Rosana Ritchamnn o paciente pode ter um quadro mais grave caso seja acometido dos dois vírus de uma vez só. "O sistema imunológico, além de combater a Covid-19 também vai ficar distraído com outro virus. Ele vai ter que combater duas coisas ao mesmo tempo. A gente imagina que o quadro pode ser mais exacerbado", explica.
Com informações da TV Cultura
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM