Covid-19: Kits de tratamento serão distribuídos em Cascavel

Medicamentos são indicados para pacientes que estão em fases iniciais da doença, para evitar casos mais graves

06 de julho de 2020 | 13h40 | Atualizado há 446 dias

PUBLICIDADE
O tratamento contra a Covid-19 é um dos grandes desafios da medicina. Vários estudos estão andamento, mas nenhum foi concluído ao ponto de garantir unanimidade entre os profissionais da área.

No entanto alguns médicos de diferentes estados brasileiros são simpatizantes ao tratamento precoce com um coquetel de remédios. No Mato Grosso o Conselho de Medicina do Estado se posicionou sobre o assunto.

A nota defende a proteção da autonomia do médico, que juntamente com o paciente, considera adequado o tratamento medicamentoso precoce.

A prefeitura de Sorriso, por exemplo, começou a fazer a entrega do "Kit Covid". O material contém 6 comprimidos de hidroxicloroquina, 5 de azitromicina e 1 de ivermectina, além de outros medicamentos.

O Conselho de Medicina de Santa Catarina também defende a mesma precocidade desde que a questão seja compartilhada com o paciente e se posiciona ainda sobre a proteção da autonomia do médico.

Aqui em Cascavel o protocolo preventivo também será adotado. O anúncio oficial deverá ser feito ainda nesta segunda-feira (06).

Esse médico é favorável ao tratamento precoce, levando em consideração alguns estudos atuais que mostram resultados satisfatórios.

O protocolo Municipal foi criado após o pedido feito por um grupo de médicos.

O presidente da Associação Médica fala em evidências clínicas que comprovam a eficiência da medição.

Os medicamentos são indicados para pacientes que estão em fases iniciais da Covid-19, chamadas de 1 e 2, quando é possível reduzir o risco de internação.

Para pacientes acima de 60 anos, por uma questão de segurança sobre o uso da hidroxicloroquina, será solicitado um eletrocardiograma antes de receitar os medicamentos.

Quem optar ainda pelo kit com hidroxicloroquina terá que assinar um termo de consentimento, conforme prevê o Ministério da Saúde.

O mesmo protocolo foi encaminhado para entidades que representam a classe médica no Paraná, todas devem se posicionar esta semana sobre o assunto.

JC1
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM

<