Wrangler Rubicon 392, o mais capaz e poderoso Jeep da história

26 de novembro de 2020 | 23h31 | Atualizado há 53 dias

PUBLICIDADE
Para os entusiastas ansiosos pelo lendário desempenho off-road e um novo nível de performance on-road, a Jeep está lançando o Wrangler Rubicon 392 com motor V8. A versão conta com um potente propulsor de 6.4 litros (392 polegadas cúbicas, daí o nome da versão) que rende 470 cv de potência e 65 kgfm de torque. Acoplado a uma ágil transmissão TorqueFlite de 8 velocidades e a uma caixa de transferência permanente, o powertrain impulsiona o Wrangler Rubicon 392 de 0 a 60 mph (96km/h) em 4,5 segundos e permite que ele percorra um quarto de milha (400 metros) em 13 segundos. Além disso, trata-se de uma combinação que vem com garantia de fábrica. A nova versão estará à venda no mercado norte-americano no primeiro trimestre de 2021.

Fora do asfalto, a poderosa mecânica do Wrangler Rubicon 392 se complementa com eixos Dana 44 para trabalho pesado, raio da transmissão de 3,73, bloqueio do conversor de torque, kit de elevação de 5 cm e pneus de série de 33 polegadas com rodas de 17 polegadas com beadlock. O resultado é o Jeep Wrangler mais capaz da história graças aos seus 26 cm de altura livre do solo, uma articulação da suspensão e manobrabilidade melhoradas, ângulos de aproximação, central e de saída de 44,5°, 22,6° e 37,5°, respectivamente.

Os engenheiros da Jeep o colocaram à prova e o novo Wrangler Rubicon respondeu: é capaz de subir e descer rampas com uma intervenção mínima dos pedais de aceleração e freio. "Este é o Wrangler mais poderoso, rápido e capaz que jamais construímos", garante Jim Morrison, responsável pela marca Jeep - FCA América do Norte. "O kit de elevação de fábrica e o abundante torque a baixas rotações do V8 tornam o Rubicon 392 o rei das montanhas, tanto se vai por um terreno rochoso a baixa velocidade quanto se precisa superar uma rampa inclinada. Para completar, no asfalto, o Rubicon 392 é capaz de desenvolver grande velocidade".

Força máxima

A incorporação de um motor de 6.4 litros marca a volta de um V8 da linha Wrangler como opção de fábrica após 40 anos de ausência. Essencial para o rendimento na estrada e fora dela, cerca de 75% do pico do torque está disponível a baixar rotações. O motor V8 utiliza um bloco de cilindros em ferro fundido e cabeçotes de alumínio, apoiado por um coletor de admissão ativo, distribuição de válvulas variável, duas velas de ignição por cilindro, válvulas de escape com enchimento de sódio, válvulas de entrada e injetores de óleo para a refrigeração do pistão. O propulsor também conta com cárter de vazão traseiro, alternador de montagem alto e coletores de escape de fluxo livre.

Quando a carga de trabalho é leve, por exemplo, circulando à velocidade de cruzeiro pela rodovia, a tecnologia para a economia de combustível (Fuel Saver Technology) com desativação de cilindros permite passar de forma imperceptível a um modo econômico de funcionamento com apenas quatro cilindros ativos dos oito disponíveis.

A entrada de ar funcional no capô proporciona ar externo frio e mais denso ao motor, aumentando o rendimento. Os engenheiros da Jeep se asseguraram que o V8 receba ar fresco sem importar o terreno nem o clima usando a tecnologia Hydro-Guide?, formada por um sistema de tubos em três níveis com várias drenagens, incluindo um ponto de drenagem em um único sentido localizado na caixa de ar que permite desalojar mais de 56 litros de água por minuto, evitando que se misture com o ar que entra. Isso permite ao Rubicon 392 ter capacidade de imersão de até 83 cm de profundidade, inclusive se ondas passarem por cima do capô.

Caso essa tomada funcional se torne inutilizável devido à neve, lama ou resíduos, um duto secundário ligado à estrutura do capô se torna responsável por conduzir o ar externo para o motor, permitindo que ele atinja a velocidade máxima com a via principal obstruída.

Um sistema de escape ativo duplo de série fornece ainda um som estimulante e inconfundível. O sistema é ativado automaticamente, abrindo as válvulas de escape em cargas de trabalho existentes com o objetivo de reduzir a contrapressão dos gases de escape. O motorista também pode ativar o sistema apertando um botão. O escapamento com tubo duplo tem um acabamento de pontas quádruplas.

Chassi resistente

O chassi do Jeep Wrangler Rubicon 392 teve os trilhos do quadro melhorados, braços de controle superiores dianteiros e cilindros da direção de ferro forjado para tirar o máximo proveito da abundante força e torque do motor V8. Os freios de alto rendimento permitem parar o veículo a qualquer momento.

As excepcionais aptidões off-road do Wrangler Rubicon 392 são determinadas por sua ampla distância entre eixos, seus eixos dianteiro e traseiro Dana 44 de seção mais grossa e seus diferenciais de bloqueio eletrônico Tru-Lok. A barra estabilizadora eletrônica dianteira permite maximizar o percurso da suspensão em qualquer situação e enfrentar as condições off-road mais exigentes.

Para aumentar as capacidades do comprovado sistema de suspensão de cinco braços, tanto na frente quanto atrás, o Rubicon 392 vem ainda com amortecedores FOX de alto rendimento especificamente calibrados para este modelo.
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM