Insatisfação de Verstappen, protesto de Hamilton e a venda da Mercedes

22 de setembro de 2020 | 19h27 | Atualizado há 27 dias

PUBLICIDADE
Inconformado por não ter chance no campeonato, Max Verstappen criticou a Red Bull e a Honda e despertou comentários de que poderia deixar a equipe. O problema é para onde iria ele. Sem lugar na Mercedes, não tem outra equipe para o holandês. Lewis Hamilton pediu a prisão dos policiais que mataram uma mulher negra em março durante a cerimônia do pódio em Mugello. Ao contrário do que se noticiou, a FIA não se deu ao trabalho de abrir averiguação e o caso já caiu no esquecimento. Por fim, Eddie Jordan disse que a gigantesca petroquímica Ineos estaria tentando comprar a Mercedes. Todo mundo negou, mas a especulação trouxe à tona os espantosos ganhos que a holding Daimler-Benz obteve com sua equipe em 2019.
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM