Pedágio: No fim dos contratos, DER fará auditoria ao custo de R$ 39 mi

07 de agosto de 2020 | 15h03 | Atualizado há 44 dias

PUBLICIDADE
O fim dos contratos do pedágio do Paraná, que vão até novembro de 2021, vão demandar mais uma despesa milionária. O DER (Deparamento de estradas de rodagem) licita este mês vários serviços que somam R$ 39,4 milhões.

Ao todo, serão cinco editais de licitação marcadas para os dias 19 e 20 de agosto. Os serviços contratados para encerrar a concessão de pedágio.

Recebimento dos bens das concessionárias, tanto os que foram cedidos no início do contrato quanto os que foram adquiridos ao longo das décadas.

Encerramento do contrato de concessão, incluindo análise do reequilíbrio econômico-financeiro, passivos socioambientais eventualmente deixados pelas concessionárias.

Também o encerramento dos convênios entre estado e união, das rodovias federais repassadas ao governo estadual que entraram nos contratos.

Auditorias do patrimônio, e verificação das condições das estruturas deixadas, como viadutos e trincheiras.

E por fim, uma auditoria de sinalização, tanto da horizontal, vertical e dispositivos de segurança nas rodovias.

Esses serviços licitados agora são para os 2500 quilômetros de rodovias papagaiadas que fazem parte do atual plano concessão, que começou em 1997.

Já o leilão dos próximos contratos que será feito pelo governo federal, envolve 4100 km de estradas, que é o tamanho do novo anel de integração.

Com o fim das concessões, o que o motorista quer são rodovias seguras, duplicadas e com preço justo no pedágio.
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM