Gincana do Caminhoneiro será segunda e terça no Paraná

06 de agosto de 2020 | 23h28 | Atualizado há 43 dias

PUBLICIDADE
Reconhecida como uma aliada do profissional rodoviário de cargas, a 29ᵃ Gincana do Caminhoneiro - que conta com patrocínio dos postos Petrobrás da Rede Siga Bem e da Iveco - tem feito, ao longo de sua trajetória, uma legião de fãs, que, muitas vezes, até programam suas cargas para participar de uma etapa e aproveitar os atendimentos de saúde, reciclar conhecimentos e desfrutar de toda a infraestrutura que é oferecida aos estradeiros, respeitando todas as normas do novo contexto social.

Segunda e terça-feira (10 e 11), caminhoneiros que costumam rodar pela região metropolitana de Curitiba poderão programar uma passagem pela BR 116, km 136, para uma parada no Posto 36, em Mandirituba. Lá acontece mais uma etapa da 29ᵃ Gincana do Caminhoneiro que, em sua segunda fase, volta ao Paraná, onde já realizou atendimentos de saúde aos estradeiros nas cidades de Antonina e Campina Grande do Sul.

Com o apoio da Polícia Rodoviária Federal, do Sest/Senat (Serviço Social do Transporte e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte) e da ANTT - Agência Nacional de Transportes Terrestres do Ministério da Infraestrutura, a comitiva da Gincana do Caminhoneiro recebe o estradeiro com orientações sobre procedimentos que devem ser adotados na higienização pessoal, utilização de equipamento para proteção individual (como máscaras), introduzindo novos hábitos para reduzir o risco de contrair e disseminar o Coronavírus. Durante a etapa em Mandirituba haverá atendimento rápido de saúde, com teste de glicemia, aferição de pressão arterial e temperatura, além de orientações sobre obesidade, hipertensão, e até vacinação contra diversas doenças (de acordo com a disponibilidade da Secretaria de Saúde de cada município). Para ter uma ideia da sua atuação nas estradas, em sua primeira fase - da 1ᵃ a 18ᵃ etapa - a 29ᵃ Gincana do Caminhoneiro já realizou 3.196 atendimentos de saúde e imunizou 1.398 profissionais que transportam carga pelas regiões.

Agora, em sua 24ᵃ das 90 etapas - a Gincana do Caminhoneiro vai classificar mais um dos 18 'bons de braço' que estarão reunidos na segunda semifinal do evento, dia 13 de setembro, na cidade baiana de Santo Estevão, para disputar cinco vagas para a semifinal, prevista para março de 2021, quando o grande vencedor levará para casa um caminhão Iveco Tector zero km.

Quem são esses "bons de braço"? São caminhoneiros que, após passarem obrigatoriamente pelo atendimento de saúde, foram convidados a tomar o comando do caminhão Iveco Tector da organização e seguirem para a pista traçada na arena, onde, além de colocarem em prática as instruções para higienização pessoal e da boleia, podem mostrar suas habilidades no percurso demarcado entre cones, em busca do melhor tempo no trajeto.

Para participar da Gincana do Caminhoneiro - que opera com responsabilidade, respeitando os limites de distanciamento social, regras rígidas de combate à transmissão do Coronavírus e higienização da cabine do Iveco Tector a cada volta no trajeto - o caminhoneiro deve apresentar CNH categorias C, D ou E. Embora o teste de habilidade seja gratuito, para conquistar sua oportunidade de ir para a grande final da Gincana do Caminhoneiro o estradeiro precisa ter, obrigatoriamente, passado no atendimento de saúde do local e validar seu tempo. Para isso, basta apresentar um consumo de R$ 500 em combustível nos postos da Rede Siga Bem ou aquisição de créditos de mesmo valor no Cartão do Caminhoneiro Petrobras.

Foto: Divulgação
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM