Luiz Aparecido

Como limpar o interior do carro e evitar a propagação do coronavírus

15/03/2020 06h58

Depois da declaração da OMS (Organização Mundial da Saúde) sobre a pandemia de coronavírus, que já atinge vários estados brasileiros, a oficina especializada em veículos premium A.M.Marcelo preparou algumas dicas para manter o carro limpo e diminuir o risco de contágio na parte interna dos automóveis.

"Manter esses cuidados básicos é o mínimo. Estamos orientando os nossos clientes a deixarem um frasco de álcool em gel dentro do carro, lenços de papel etc, mas a higienização do ar condicionado é prioridade, já que a proliferação das bactérias e fungos ocorrem no filtro de ar, se ele estiver sujo. O ideal é fazer a limpeza a cada seis meses ou pelo menos uma vez por ano", alerta Matteo Petricione Júnior.

Para quem transporta filhos e outras pessoas dentro do carro, é preciso ficar atento ao lixo portátil. "O ideal é esvaziar o lixo diariamente, principalmente se houver lenços de papel com secreções de olhos, boca e nariz, que podem conter vírus", completa.

Assim, a A.M. Marcelo elenca algumas dicas de como se proteger, evitar a propagação do vírus e deixar o carro livre de outros agentes danosos à saúde;

1 - Higienizar a parte interna do carro com aspirador, limpar os bancos com produtos específicos, focando na sujeira que acumula nas costuras e dobras;

2 - Manter sempre limpo os locais onde mais colocamos as mãos como maçanetas, câmbio, botões de vidros e retrovisores e principalmente o volante e a tela multimídia, usada sucessivas vezes bem como o console que tem mais botões, a alavanca do freio de estacionamento e porta-objetos.

3 - Deixar um frasco de álcool em gel em um local de fácil acesso para você utilizar ao entrar no veículo;

4 - Ao entrar do carro limpar as mãos usando álcool em gel 70%, capaz de eliminar bactérias e vírus de síndromes respiratórias como o coronavírus. Ao sair e deixar a direção, lavar as mãos e até o rosto são medidas eficazes da mesma forma;

5 - Limpar a superfície do painel, do volante, de todo o acabamento com álcool isopropílico, que não danifica os plásticos e elimina o vírus. O mesmo produto pode ser usado para limpar o celular, que geralmente é conectado ao carro;

6 - Manter os vidros fechados com o ar condicionado ligado é uma medida recomendada porém é preciso fazer a limpeza do sistema e trocar o filtro de pólen (ou de cabine) garantindo a filtragem das impurezas do ambiente;

7 - Ao transportar alguém no veículo, pedir que as mesmas medidas de higienização sejam tomadas: limpar as mãos com álcool, ao tossir e espirrar usar um lenço e descartar esse material rapidamente em um lixo sem tocá-lo;

8 - Bancos e carpetes podem ser limpos com produtos do tipo spray com alvejantes ou amoníaco. No entanto, eles são eficazes apenas se aplicados e removidos com um segundo pano seco. Do contrário, vírus e bactérias podem resistir à superfície. Na dúvida, uma solução de água e sabão neutro já resolvem da mesma forma e podem ser aplicados em casa. O critério de limpeza e remoção são os mesmos;

QUANDO FAZER
"Neste período de maior contágio recomendamos a higienização interna e do ar condicionado como primeira medida, mas ao longo do tempo, a limpeza com álcool isopropílico ou mesmo água e sabão já ajudam muito a desinfetar o ambiente do automóvel", reforça Petriccione.



Fotos: da internet

Leia outros artigos de Luiz Aparecido