BLOG DO
Luiz Aparecido

Quem será campeão da Stock Car? Façam as apostas

14 de dezembro de 2019 | 01h28 | Atualizado há 234 dias

PUBLICIDADE
No Brasil ainda não há casas de apostas, muito embora o presidente Michel Temer tenha sancionado no dia 13 de dezembro do ano passado, poucos dias antes de encerrar seu mandato, a Lei 13.756/18, que permite apostas esportivas no Brasil. No entanto, esta Lei ainda não foi regulamentada. Por isso, não é possível fazer uma fezinha em um resultado esportivo.

Se já fosse permitido fazer apostas, neste fim de semana a Stock Car iria bombar, com apostas de quem seria o campeão da temporada, qual seria a ordem dos seis primeiros e outras opções que as casas de apostas costumam criar nestas ocasiões.

A decisão da Stock Car será no domingo (15), com largada às 10h10 e com transmissão ao vivo pela TV Globo e pelo SporTV. A geração de imagens será da MASTER/CATVE. Seis pilotos estarão na briga pelo título. Será uma das decisões mais emocionantes dos 40 anos da mais tradicional categoria do automobilismo brasileiro.

Veja o que cada um dos postulantes ao título fez ao longo da temporada o que pensa cada um deles sobre a Grande Final.

DANIEL SERRA
Vitórias: 1
Poles: 0
Pódios: 8

É o homem a ser batido na Stock Car e vive uma fase de ouro: atual bicampeão, ele pode igualar o pai como tricampeão consecutivo, além de ter conquistado as 24 Horas de Le Mans e testado um Ferrari de F-1 como prêmio. Em 2019, usou a constância como arma: foi apenas um abandono e outras duas corridas fora do "top 10". De resto, pontuou bem em todas, por isso lidera o campeonato.

"Você prefere começar um jogo 2 a 0 ou 0 a 0? Tranquilo a gente não chega. O que dá para controlar, a gente controla. É bom chegar com vantagem, mas por ser pontuação dobrada ela diminui. Vamos pensar no nosso e o melhor jeito de encarar isso é atacando. Por ter essa vantagem, dá para pensar no nosso sem marcar os outros. Então é olhar para a frente e ver se dá certo no fim. Igualar meu pai seria algo muito legal, mas estou pensando mais no processo que no resultado final"

THIAGO CAMILO
Vitórias: 5
Poles: 6
Pódios: 6

É o representante de uma geração de pilotos que construiu sua carreira voltada para a Stock Car, vencendo corridas desde 2004 e batendo na trave na briga pelo título em diversas oportunidades, como em 2009, 2013 e 2017, quando foi vice. Nesta temporada, adotou uma metodologia diferente e uma intensa preparação física que vem dando resultados dentro da pista com cinco vitórias e seis poles. Porém, a vitória que mais importa pode vir neste domingo.

"Acho que o controle da ansiedade está um pouco mais fácil. O principal é manter o foco e, durante anos na disputa, a gente adquire experiência e estou tranquilo e confiante em cumprir esse objetivo. Para quem acompanha, o equilíbrio é notório, com pilotos próximos no grid e nas corridas, sabendo usar bem a estratégia. Isso aumenta o poder da competitividade e chegarmos em seis brigando pelo título demonstra o que é a Stock Car".

RICARDO MAURÍCIO
Vitórias: 3
Pódios: 8
Poles: 1

Renascido depois de uma temporada apagada e sem vitórias no ano passado, Ricardinho foi um dos principais rivais de Serra e Camilo durante o ano e isso é comprovado pela vitória na Corrida do Milhão. Porém, as cinco vezes em que terminou fora do "top 10" podem ter sido capitais na hora da decisão.

"É sempre bom estar na disputa. Gostaria de estar mais na frente, pois foi um ano bacana para todos e a equipe é campeã antecipada. Todos gostam de Interlagos, meus dois títulos foram conquistados aqui e será difícil neste ano por conta da desvantagem. Mas vamos brigar de igual para igual, são 40 minutos de prova, tiro curto e vou tentar fazer o meu melhor desde o primeiro dia. A gente viu que nos últimos anos não tivemos tantos pilotos no título, o que mostra a grandeza do campeonato. Ainda acho que valeria a pena um ou dois descartes, o que embolaria ainda mais, mas certamente será um fim de semana emocionante para todos".

RUBENS BARRICHELLO
Vitórias: 4
Pódios: 6
Poles: 0

De longe o preferido ao título, Rubinho teve um ano onde obteve suas principais conquistas na corrida 2 das rodadas duplas e sofreu em muitas classificações. Mesmo assim é o segundo piloto que mais ganhou e teve apenas dois abandonos. O fato de Interlagos historicamente não lhe trazer bons resultados é outro tabu a ser superado por ele.

"É uma disputa muito especial. Sempre foi muito disputado, mesmo com o Daniel consistente e um pouco na frente. Cabe a nós fazer uma grande corrida para batê-lo e quero vencer acima de tudo e ver como fica o campeonato depois. Chegar ao final contra outros cinco pilotos faz com que este campeonato tenha um gosto especial".

Julio Campos
Vitórias: 1
Pódios: 4
Poles: 1

Completamente integrado com a equipe R Mattheis, Campos também foi um exemplo de regularidade neste ano ao não abandonar nenhuma corrida e terminar 12 corridas entre os dez primeiros - fato que o credenciou para a briga do título.

"A Stock Car é uma das categorias mais disputadas do mundo e os seis na briga mostram isso. Tive um carro muito bom na primeira metade do ano, muito rápido, e conto com a torcida de todo mundo para bater o Serra, que não foi tão rápido, mas muito consistente. Temos muitas chances de vencer a prova e vamos atrás. Vai que o Serrinha fica pelo caminho, aí fica tudo embolado".

FELIPE FRAGA
Vitórias: 3
Pódios: 0
Poles: 0

Assim como Serra, teve uma temporada espetacular. Ganhou Le Mans na pista, apesar de ter sido desclassificado horas depois, foi campeão da Blancpain Endurance Series e obteve destaque nas principais provas do segmento. Na Stock Car, mostrou regularidade, mas só decolou na segunda metade da temporada com três vitórias nas últimas oito corridas.

"Para ser campeão estou um pouquinho distante mas há esta chance. A Stock Car é o campeonato mais disputado do mundo e estou feliz em estar na final disputando - e olha que eu corri de tudo neste ano no mundo, não tem campeonato mais difícil. As chances são matemáticas, mas para mim é gratificante fazer parte desse grupo de finalistas, pois mostra que o trabalho está sendo bem feito! Enquanto existir a chance, vou lutar pelo título".

CLASSIFICAÇÃO
A Grande Final da Stock Car terá pontuação dobrada e proporcionado 60 pontos ao vencedor.

Veja a classificação do campeonato após 11 etapas disputadas:

1°) Daniel Serra, com 335 pontos
2°) Thiago Camilo, 306
3°) Ricardo Maurício, 292
4°) Rubens Barrichello, 284
5°) Felipe Fraga, 283
6°) Julio Campos, 283
7°) Gabriel Casagrande, 265
8°) Cacá Bueno, 230
9°) Bruno Baptista, 163
10°) Nelson Piquet Júnior, 163
11°) Ricardo Zonta, 155
12°) Átila Abreu, 144
13°) Diego Nunes, 141
14°) Max Wilson, 140
15°) Marcos Gomes, 134
16°) Gaetano di Mauro, 112
17°) Valdeno Brito, 111
18°) Lucas Foresti, 110
19°) Galid Osman, 108
20°) Cesar Ramos, 103
21°) Allam Khodair, 103
22°) Rafael Suzuki, 94
23°) Denis Navarro, 92
24°) Marcel Coletta, 81
25°) Bia Figueiredo, 63
26°) Guga Lima, 53
27°) Felipe Lapenna, 46
28°) Pedro Cardoso, 34
29°) Guilherme Salas, 26
30°) Agustín Canapino, 10
31°) Raphael Reis, 9
32°) Vitor Batista, 7
33°) Tuca Antoniazzi, com 1 pontO
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM