Luiz Aparecido

Cascavel de Ouro foi uma das mais emocionantes dos últimos anos

04/11/2019 17h11

A 33ª Cascavel de Ouro, disputada domingo no Autódromo Zilmar Beux, foi das mais emocionantes dos últimos anos. A vitória foi da dupla formada pelo goiano Gabriel Correa e pelo cascavelense Daniel Kaefer, que competiram com um Ford New Fiesta. Eles completaram 111 voltas em 3h00m30s229, chegando com uma vantagem de apenas 1s237 sobre a dupla formada pelo gaúcho Fabiano Cardoso e o pernambucano Beto Monteiro, que pilotaram um Hyundai HB20. Na terceira colocação se classificou o trio de Toledo, formado pelos gêmeos Ricardo e Sperafico, e por Miguel Laste.

A Cascavel de Ouro deste ano foi disputada do início ao fim. Teve sete carros na liderança. Gabriel Correa e Daniel Kaefer largaram na pole e mantiveram a liderança até a volta 23, quando fizeram a primeira parada. Os mineiros Wanderson Freitas e Leandro Freitas lideraram nas voltas 24 e 25. Paulo Bento e Leandro Zandoná lideraram a volta 26; Alysson Nurnberg e João Paulo Naumes a volta 27, da 29 a 40 e a volta 82. Os catarinenses Fausto de Luca e Eduardo Pavelski estiveram em primeiro da 41 a 54. Da 55 a 67 a primeira colocação foi dos também catarinenses Pierre Sabbagh e Felipe Lobo. Fausto de Luca e Eduardo Pavelski voltaram à liderança na volta 68 e ficaram em primeiro até a volta 82, quando entraram nos boxes para o último pit stop.

No retorno à pista não respeitaram o sinal vermelho da saída de boxes (boxe fechado porque o safety car estava na pista e passava pela reta bem no momento em que eles iam para à pista) e foram excluídos da prova. Na volta 83, o líder passou a ser o HB20 nº 11, pilotando por Beto Monteiro. A partir daí a briga pela liderança passou a ser emocionante. Gabriel Correa estava em terceiro e andando mais rápido do Beto Monteiro e Sabbagh/Felipe Logo, foi a busca da primeira colocação. Na volta 87 chegou à vice-liderança e partiu para cima de Beto Monteiro. Depois de várias tentativas, consegui a ultrapassagem na volta 100 para permanecer na frente até a bandeirada final.


Resultado final da 33ª Cascavel de Ouro

1º) Gabriel Correa/Daniel Kaefer (GO/PR), New Ka, 111 voltas em 3h00m30s229

2º) Fabiano Cardoso/Beto Monteiro (RS/PE), HB20, a 1s237

3º) Rodrigo Sperafico/Ricardo Sperafico/Miguel Laste (PR), Ford Ka, a 29s382

4º) Pierre Sabbah/Fábio Lobo (SC), Gol, a 29s474

5º) Ariel Barranco/Rafael Barranco (PR), Gol, a 29s908

6º) Alisson Nurnberg/João Paulo Naumes (PR), Gol, a 1m19s027

7º) Gustavo Magnabosco/Eduardo Berlanda/Juninho Berlanda (SC), Gol, a 1 volta

8º) Wanderson Freitas/Leandro Freitas (MG), Gol, a 1 volta

9º) Pablo Alves/Renato Braga/Lamartine Pinote (GO/GO/SP), Mobi, a 1 volta

10º) Ale Souza/Cristiano Bornemann (PR), Fiesta, a 1 volta

11º) Alan Aquilo/Natan Sperafico (PY/PR), Ka, a 1 volta

12º) William Gaiewski/Eduardo Fuentes (RS), Onix, a 2 voltas

13º) Marcos Paioli/Peter Gottschalk (SP), Up, a 2 voltas

14º) Caíto Carvalho/Tiago Tambasco (PR/MG), HB30, a 3 voltas

15º) Afonso Bastos/Alexandre Bastos (SC), Gol, a 3 voltas

16º) David Dal Pizzol/Edoli Caus Junior (SC/PR), Gol, a 4 voltas

17º) Gelmar Chimiel Júnior/Gilliard Chimiel (PR), Gol, a 4 voltas

18º) Eduardo Pimenta/Miguel Galli (PR), Gol, a 5 voltas

19º) Rogério dos Santos/Dorivaldo Gondra (PE), Fiesta, a 7 voltas

20º) Felipe Rabelo/João Lemos (RS/POR), Mobi, a 8 voltas

21º) Adriano Rabelo/Luiz Sena Júnior (CE/RS), HB20, a 8 voltas

22º) Cido Morais/Danis Ogliari/Roney Ribeiro (PR), Gol, a 9 voltas

23º) Leonardo Sanchez/Lucas Daleffe/Luc Monteiro (SP/PR/PR), Gol, a 13 voltas

24º) Fernando Júnior/Roger Sandoval (RS), HB20, a 13 voltas

25º) Mauricio Deckmann/Fernando Vaz (RS/UR), New Fiesta, a 15 voltas

26º) Marcelo Beux/Anderson Portes/Juliano Bastos (PR), Celta, a 19 voltas

27º) Lorenzo Massaro/Wellington Cirino (PR), Gol, a 23 voltas

28º) Beto Pontes/Leandro Reis (CE/GO), Mobi, a 28 voltas

29º) Leandro Totti/Lucas Inoue (PR), Gol, a 32 voltas

30º) Gefferson Lima/Naor Petry (PR/SC), Gol, a 39 voltas

31º) Luiz Carlos Ribeiro/Peter Ferter (RS/MS), Ka, a 46 voltas

32º) Marcel Sedano/Edson Bueno (SC/PR), Gol, a 47 voltas

33º) Odair dos Santos/Thiago Klein/Edgar Favarin (PY/PR/PR), HB20, a 54 voltas

34º) Beto Fonseca/Guilherme Salas (SP), Gol, a 60 voltas

35º) Jorge Martelli/Michel Giusti (SC), Gol, a 64 voltas

36º) Reinaldo Halmenschlager/Ilke Halmenschlager (RS), HB20, a 64 voltas

37º) Dave Sharp (RJ), Gol, a 66 voltas

38º) Rafael Lopes/R. Teixeira (SP), Onix, a 68 voltas

39º) Guto Baldo/Gastão Weigert (PR/SC), Kwid, a 70 voltas

40º) Wilton Pena/Gustavo Favoreto (MG), Gol, a 74 voltas

41º) Paulo Bento/Leandro Zandoná (PR), Onix, a 77 voltas

42º) Carlos Machado (PE), Ford Ka, a 77 voltas

43º) Fábio Tokunaga/Marlon Bastos (PR), Gol, a 82 voltas

44º) Niju Júnior/Henrique Basso (SC), Gol, a 86 voltas

45º) César Fonseca/Thiago Camilo (SP), HB20, a 96 voltas

46º) Diego Barroso/Kleber Eletric (PR/SP), Gol, a 96 voltas

47º) Alexandre Zaiczuk/Ivan Salgado (SP/RJ), HB20, a 100 voltas

48º) Paulo Henrique Costa/Marcos Cortina (PR), Gol, a 104 voltas

49º) Rafael Colombari/Rafael Bonilha (PR), Up, a 105 voltas

50º) Rogério Cruzeiro/Fernando Bergorg/Matias Pinheiro (GO), Ka, a 106 voltas

51º) Luís Filgueira/Rodrigo Moreno (MG/SP), Gol, a 108 voltas

52º) Edson dos Reis/Lucas Bornemann (PR), Celta, a 108 voltas

53º) Evandro Maldonado/Roberto Bonato/Bruno Nascimento (PR), Gol, a 110 voltas

54º) Alexandre Zaiczuk/Ivan Salgado (SP/RJ), HB20, a 110 voltas

55º) Marcelo Pirillo/Vitor Pirillo/Millan Pirillo (GO), Onix, a 110 voltas

Excluído da prova

56º) Fausto de Luca/Eduardo Pavelski (SC), Gol ? Saiu do boxe com sinal vermelho

Leia outros artigos de Luiz Aparecido