Luiz Aparecido

Fiat comemora 35 anos de Uno no Brasil

15/09/2019 07h13

Tudo começou em agosto de 1984, quando foi apresentado para o mercado brasileiro um novo conceito mundial de automóvel, um veículo revolucionário e que cairia no gosto popular: o Fiat Uno. "Pequeno por fora e grande por dentro", o modelo da Fiat se transformou em um ícone ao garantir grande espaço interno em um tamanho compacto. Em pouco tempo conquistou o público. O sucesso foi tanto que o modelo se mantém na linha Fiat até hoje, 35 anos depois. São poucos os veículos que conseguem sobreviver a tantos anos na indústria automobilística e o Fiat Uno reúne um legado que transpassa gerações sempre evoluindo.

Desenhado por Giorgetto Giugiaro, o modelo foi lançado um ano antes na Itália e logo depois chegou à versão adaptada aos usos e costumes tropicais. Mais resistente ao uso severo, às nossas estradas e ruas e com o porta malas maior, recebeu elogios até mesmo dos italianos. O sucesso da versão brasileira foi tanto, que mais tarde o modelo começou a ser exportado até mesmo para o seu país de nascimento.

Desde então, o Fiat Uno se manteve como um grande sucesso de vendas e crítica. Recebeu mais de 20 prêmios. Já em seu primeiro ano de mercado recebeu o título de Carro do Ano pela revista AutoEsporte, fato que se repetiu em 1992. Com a sua segunda geração, venceu a premiação em 2011, inclusive por voto popular.

Até julho de 2019, foram produzidas cerca de 4 milhões de unidades do Fiat Uno no Polo Automotivo Fiat, em Betim (MG). Ele foi o modelo mais vendido da marca até hoje. Além de ser comercializado no Brasil, o Fiat Uno ainda é exportado para Argentina, México, Colômbia, Costa Rica, Guatemala, Chile, Uruguai, Bolívia e Peru.

Inovação e pioneirismo

Um. Único. Singular. Individual. Assim o dicionário define a palavra "Uno". Pioneirismo é uma palavra que sempre acompanhou o modelo. Precursor do carro popular como conhecemos atualmente, ele sempre honrou a tradição de inovação e agilidade da Fiat ao ser protagonista de momentos importantes de ineditismo da história da indústria automobilística. Ele foi o primeiro carro mundial da marca a ser comercializado no Brasil, o pioneiro no segmento de carro 1.000, primeiro carro turbo fabricado em série no país e o número 1 no gosto dos brasileiros por muito anos.

A atualidade

Com tantas histórias e 35 anos no mercado brasileiro, o Fiat Uno chega em 2019 com números impressionantes. Apesar do tempo, segue em ótima forma e boa atuação no mercado, o que pode ser comprovado com o fato de ter sido o veículo compacto com maior crescimento de vendas no Brasil no primeiro semestre de 2019: 101,3% a mais em relação ao mesmo período de 2018 (9.573 unidades comercializadas de janeiro a junho de 2019 em relação a 4.755 no mesmo período do ano anterior).



Fotos: Divulgação

Leia outros artigos de Luiz Aparecido