Everton Paulo Roman

Fórmula 1: Vai dar Mercedes novamente?

24/05/2019 14h52

Eu, Everton Paulo Roman e o meu aluno Rafael Garcia Cardoso, acadêmico do Curso de Educação Física do Centro Universitário Assis Gurgacz (FAG), escrevemos um post referente ao GP de Mônaco pelo Campeonato Mundial de Fórmula 1, nesse final de semana (domingo 26.5.2019).

Grande Prêmio de Mônaco, realizado em Monte Carlo, 6ª etapa da temporada, palco onde o saudoso e inesquecível Ayrton Senna (conhecido por lá como O Rei de Mônaco) venceu 6 vezes. É o mais tradicional, charmoso e desafiador traçado da Fórmula 1. Trata-se de um circuito de rua com 3.337 metros de extensão, com a corrida programada para 78 voltas, com várias curvas que desafiam a habilidade do piloto devido à característica ímpar do circuito.

Em relação à temporada 2019, após um início dominante e avassalador da Mercedes, a coisa fica cada vez mais difícil para as equipes Ferrari e Red Bull, pois já são cinco dobradinhas seguidas da equipe alemã, com três vitórias para o piloto britânico e duas para o piloto finlandês, um recorde histórico até então. A última vez que algo parecido havia ocorrido foi em 1992 com a Willians, quando os pilotos Nigel Mansell e Riccardo Patrese fizeram três dobradinhas seguidas no início da temporada.

Será que Verstappen, Vettel ou Leclerc vão fazer frente ou a Mercedes levará mais uma corrida?

Acredita-se, que a briga ficará novamente entre os dois pilotos da Mercedes, que estão disputando a ponta do Campeonato com Lewis Hamilton com 112 pontos e, logo em seguida, Valtteri Bottas com 105 (abaixo classificação dos Top 5).

O fato é que a Ferrari teve um desempenho surpreendente na pré- temporada, porém, até o momento está deixando muito a desejar. Na classificação do Campeonato no mundial de pilotos a Scuderia amarga um 4° lugar com Sebastian Vettel e 5° com Charles Leclerc.

A equipe se encontra em uma situação complicada, sendo que a cada GP piora a performance do carro e para completar observa-se muita indecisão sobre as trocas de pilotos na pista, ou seja, o jogo de equipe sempre utilizado de forma eficiente, está confuso. Resumindo: a equipe não conseguiu definir até agora quem está andando melhor!

A prova ocorrerá neste fim de semana, com início do treino classificatório no sábado dia 25 de maio às 10 horas da manhã, e a corrida no domingo dia 26 de maio às 10h10 da manhã.


A seguir, quatro perguntas:

1) Mercedes manterá sua hegemonia nesta corrida?
2) Ferrari e RBR voltarão a aparecer andando na frente?
3) Teremos um azarão?
4) Estamos vivendo uma época de "Fórmula Mercedes"?


Domingo, teremos a resposta.

Classificação atual

1° Colocado - Lewis Hamilton com 112 pontos e 3 vitórias
2° Colocado - Valtteri Bottas com 105 pontos e 2 vitórias
3° Colocado - Max Verstappen com 66 pontos e 0 vitórias
4° Colocado - Sebastian Vettel com 64 pontos e 0 vitórias
5° Colocado - Charles Leclerc com 57 pontos e 0 vitórias

Foto: REUTERS/Gonzalo Fuentes

Leia outros artigos de Everton Paulo Roman