Everton Paulo Roman

Copa Libertadores 2019: rodada quente e decisiva!

02/04/2019 15h31

Nessa primeira semana de abril vamos ter a 3ª rodada da Copa Libertadores da América. Importantes confrontos vão determinar o encaminhamento de algumas equipes brasileiras para as oitavas de final (mata-mata) ou mesmo um risco eminente de eliminação já na primeira fase de grupos.

Na terça-feira dia 02 de abril vamos ter um confronto importante em Buenos Aires entre San Lorenzo x Palmeiras no Estádio Nuevo Gasómetro às 19.15 horas. Será um jogo decisivo para o verdão se consolidar como um dos favoritos da competição. O Palmeiras lidera o grupo F com 6 pontos, o San Lorenzo é o segundo com 4 pontos. É um jogo importantíssimo para os 2 clubes.

Também no dia 02 de abril vamos ter um superconfronto na Arena da Baixada em Curitiba entre o Athletico Paranaense x Boca Juniors. É um jogo esperadíssimo e que promete lotar a Arena. O Furacão vai com tudo para se manter vivo na Libertadores. O jogo será às 21.30 horas. O Boca lidera o grupo G com 04 pontos, o Athletico está em segundo com 03 pontos.

Na quarta-feira dia 03 de abril, no Estádio Beira Rio em Porto Alegre uma partida duríssima entre Internacional x River Plate. O colorado vem com força máxima pra cima dos Millonarios (apelido dos torcedores do River). Vai ser um baita jogo, também com casa cheia e que promete muito! O jogo será às 19.15 horas. O colorado é o líder do grupo A com 06 pontos, o River Plate é o segundo com 2 pontos.

No dia 03 de abril também vamos ter um jogo que é tudo ou nada para o Atlético Mineiro. O Galo precisa vencer o Zamora da Venezuela. Para sonhar em se manter vivo o clube mineiro tem que vencer ou vencer! O jogo também será às 19.15 horas. O Atlético Mineiro não marcou nenhum ponto ainda nos dois jogos e aí está a importância dessa partida.

Na quarta-feira dia 03 de abril, o Flamengo enfrentará o Peñarol no Maracanã. Será um jogo importante para o Urubu, pois uma vitória praticamente encaminha o clube para as oitavas de final da competição. Certamente será um jogo duro e que a torcida do Mengão promete lotar o estádio. O jogo está marcado para às 21.30 horas. O Flamengo é o líder com 06 pontos, enquanto que o Peñarol é o segundo com 3 pontos.

Para finalizar a rodada da quarta-feira (super quarta) um grande jogo entre Emelec x Cruzeiro. A Raposa vai até o Estádio George Capwell na cidade de Guayaquil no Equador buscar a vitória. O clube mineiro lidera o grupo com 2 vitórias (6 pontos), enquanto o clube equatoriano está em segundo lugar com apenas 2 pontos.

Para fechar a participação dos clubes brasileiros na 3ª rodada, na quinta-feira vai ter um jogo importantíssimo em Santiago do Chile entre a Universidad Católica x Grêmio. O jogo será no Estádio San Carlos de Apoquindo. Ao tricolor gaúcho interessa somente a vitória para continuar na briga para avançar as oitavas de final. Um jogo duro, pegado e que vale muito. O líder do Grupo H é o Libertad com 06 pontos, enquanto o tricolor gaúcho é o último com apenas 01 ponto ganho.

A competição se encaminha para a sua metade. Agora é pressão, intensidade e nervos à flor da pele. É o momento de decisão e que qualquer erro pode ser fatal. O Esporte de alto rendimento é baseado em uma palavra: resultado.

Vale lembrar que em meio a tanta pressão, jogadores e técnicos precisam controlar os ânimos, para terem um bom desempenho e garantirem a vitória decisiva. Para falar sobre isso, eu perguntei ao Master Trainer de Programação Neurolinguística Rafael Rocha, como é possível estar no controle da mente em momentos como estes.

"Quando colocadas sobre pressão, as pessoas podem ter reações diferentes. Algumas lidam de maneira bastante natural, mas estas são a minoria, muitas congelam e outras entram em pânico".

"Isso acontece por que nosso sistema nervoso responde às imagens e sons que criamos internamente em nossos pensamentos. Dada uma situação, onde a falha representa uma grande dor, as imagens e sons envolvidos podem ser muito mais intensos do que aqueles envolvidos com o sucesso".

"Assim, muita gente acaba repassando inúmeras vezes às imagens do insucesso. Isso faz com que o cérebro se prepare para agir no que chamamos de piloto-automático, fazendo de tudo para que aconteça aquela cena que tanto imaginamos: o desempenho cai, a respiração fica comprometida, a visão fica turva e tudo acontece da melhor maneira para satisfazer nossas expectativas, neste caso, o fracasso".

"Os técnicos e jogadores já têm consciência disso, e, portanto, eles utilizam dos próprios recursos internos para se prepararem, a fim de ter um bom desempenho, imaginam a vitória, imaginam-se jogando com excelência e repetem estas cenas inúmeras vezes para deixar o inconsciente alinhado não com o fracasso, mas com o sucesso".

Esporte de alto nível é isso. Cobranças e pressão todo momento. É muito dinheiro envolvido. E nessa hora não dá pra errar e pagar pra ver!

Leia outros artigos de Everton Paulo Roman