Everton Paulo Roman

Libertadores 2019: Análise da primeira rodada

08/03/2019 15h57

O sonho de 07 clubes brasileiros para a conquista da América teve início nessa semana. Athletico Paranaense, Palmeiras, Internacional, Grêmio, Flamengo, Atlético-MG e Cruzeiro entraram em campo no primeiro round de uma competição que promete ser emocionante. Vamos aos resultados.

Deportes Tolima (COL) 1 x 0 Athletico-PR 5/3/2019 - terça-feira
San Jose (BOL) 0 x 1 Flamengo 5/3/2019 - terça-feira
Atlético-MG 0 x 1 Cerro Porteño (PAR) 6/3/2019 - quarta-feira
Palestino (CHI) 0 x 1 Internacional 6/3/2019 - quarta-feira
Junior Barranquilla (COL) 0 x 2 Palmeiras 6/3/2019 - quarta-feira
Rosario Central (ARG) 1 x 1 Grêmio 6/3/2019 - quarta-feira
Huracán (ARG) 0 x 1 Cruzeiro 7/3/2019 - quinta-feira

De todas as estreias, o que mais chamou atenção dentro do aspecto positivo foram as vitórias fora de casa de Flamengo, Palmeiras, Internacional e Cruzeiro. Acredito também que o empate do Grêmio também pode ter esse olhar, mesmo com o Rosario Central não atravessando uma boa fase (17º colocado no Campeonato Argentino).

O Flamengo venceu o San Jose em Oruro (Bolívia) a 3735 metros de altitude. Certamente foi um baita resultado devido as circunstâncias da partida.

O Palmeiras foi preciso, controlou bem o jogo e bateu o Junior Barranquilla de forma convincente e mostrou que está sim entre os favoritos.

O Internacional venceu o Palestino em Santiago do Chile. A equipe gaúcha apresentou evolução principalmente em seu setor defensivo. O colorado demonstrou que pode dar trabalho na competição.

O Cruzeiro também mostrou força e acabou vencendo o Huracán em Buenos Aires. Com o resultado, a equipe mineira também demonstrou que pode se credenciar como favorita dentro da Competição.

O empate do Grêmio contra o Rosario Central pode ser visto como um bom resultado, pois jogar na Argentina sempre foi complicado e com o clube hermano na pressão pela colocação no Campeonato Argentino, fica ainda mais difícil.

Uma situação, digamos negativa, foi à derrota do Athletico Paranaense. Com foco total na Libertadores, poupando os jogadores do elenco principal na disputa do campeonato paranaense. O furacão não fez um bom primeiro tempo, melhorou no segundo, mas não deu!

O pior resultado foi, sem qualquer dúvida, a derrota do Galo, dentro do seu terreiro, para o Cerro Porteño. Perder em casa na primeira rodada e de quebra pegar na próxima rodada da Libertadores o Nacional do Uruguai em Montevideo não parece ser um bom negócio em uma competição tão equilibrada. O Galo que se cuide!

Agora, sem clubismo responda: na sua opinião, algum clube brasileiro fará a final da Copa Libertadores no dia 23 de novembro na cidade de Santiago do Chile?

Leia outros artigos de Everton Paulo Roman