Craque Neto

Bigode voltou a jogar o fino da bola - Craque Neto

30/01/2020 09h40

As arquibancadas do Pacaembu recebiam um público apenas razoável (cerca de 14 mil pagantes) para o duelo entre Palmeiras e Oeste pela terceira rodada do Paulistão. O time de Barueri vinha de vitória no final de semana diante do Ituano e o Verdão de um empate sem gols no clássico "Choque-Rei" diante do São Paulo. O Luxa resolveu segurar alguns titulares e escalou um mistão para o duelo. Entre eles optou por posicionar o Willian Bigode como centroavante de uma equipe que ainda tinha o jovem Gabriel Verón pela beirada e os meias Lucas Lima e Gustavo Scarpa vindo de trás.

O resultado disso foi uma goleada monstra de 4 a 0 com três gols do Willian. E pensar que esse rapaz já tinha sido um dos principais jogadores do elenco campeão do Brasileirão de 2018. Na ocasião o Felipão encaixou um esquema com ele e o Dudu pelas pontas que fez o Verdão destoar no campeonato. Mas na temporada seguinte uma cirurgia e o tempo longo de fisioterapia impediram que o atacante mantivesse o bom desempenho. Só que 2020 começou e pelo que estou vendo a "nuvem" mudou. Está bem favorável para o camisa 29.

Já são três jogos e quatro gols no Estadual, o que lhe garante a artilharia isolada da competição. Confesso que fico muito feliz com o desenrolar da carreira desse menino que vi surgir na base do Guarani de Campinas. Atacante rápido, de bom passe e excelente faro de gol. Não é à toa que fez sucesso na maioria dos clubes por onde passou. O Bigode voltou a jogar o fino da bola e tenho certeza que ainda dará muitas alegrias ao torcedor palmeirense.

Leia outros artigos de Craque Neto