Craque Neto

Peixe acaba com ano do Palmeiras e São Paulo só empata na Bahia

10/10/2019 14h23

A vigésima quarta rodada do Brasileirão começou no início da noite desta quarta (9) com dois jogos. Em Maceió, no estádio Rei Pelé, o CSA fez a lição de casa mas surpreendeu o Inter - que até então vinha bem no campeonato - e venceu por 1 a 0, gol solitário do ex são-paulino Jonatan Gomez de pênalti. Já o Goiás foi ao Rio encarar o Botafogo com uma sequência incrível de vitórias sob o comando do Ney Franco. Já o Fogão destroçado com o filho do Lazaroni de interino. Resultado? 3 a 1 para os cariocas. Como o futebol é imprevisível, não é verdade?

Mais tarde no Castelão brilhou o faro artilheiro do Wellington Paulista e com dois gols dele o Fortaleza venceu a lanterna Chapecoense por 2 a 0. Pelo visto Rogério Ceni e Fortaleza nasceram um pro outro, hein? Quem está subindo gradativamente - até por usar seus titulares - é o Grêmio do Renato, que recebeu o Ceará em Caxias do Sul e construiu um placar de 2 a 1 tranquilo. Se apertar e dedicar mais os gaúchos beliscam um G-4, viu?! Em Salvador, no duelo dos Tricolores, São Paulo e Bahia só empataram sem gols e perderam a oportunidade de encostar no G-4. Posso falar? Pra mim o elenco paulista é melhor individualmente, mas o time baiano é melhor. Baita trabalho do Roger!

Já na Vila Belmiro caiu a casa do Real Madrid das Américas! Isso mesmo! A má gestão da diretoria do Palmeiras que vem vazando informações sobre reformulação de elenco (como disse no post anterior) vem obviamente refletindo no desempenho do time dentro de campo. Tanto é que o Santos passeou em campo, venceu a partida por 2 a 0 e roubou a vice-liderança do Verdão. Méritos da boleirada do Peixe que vem sabendo manter a regularidade apesar de uns jogos ruins recentemente. Quanto ao Palmeiras, posso falar? Pra mim depois dessa acabou o ano. Não vão conquistar mais nada. Um G-4 estará no lucro.

E pra fechar a noite, Cruzeiro e Fluminense jogaram com aquele medo do fantasma do rebaixamento. Sinal de ousadia e muitos gols? Nada disso! Um zero e zero triste em Minas e pior pra Raposa que está afundada no Z-4 até a tampa. Difícil pensar que os mineiros vão superar essa crise a ponto de escapar do inédito descenso.

Leia outros artigos de Craque Neto